Saúde

Pílula de insulina israelense entra em fase final de testes

A pílula para substituir as injeções de insulina para diabéticos entra na fase final dos testes.

Uma pílula de insulina desenvolvida por uma empresa israelense entrou no estágio final de testes antes do uso comercial.

Se aprovada, a pílula, chamada ORMD-0801, pode permitir que os diabéticos ingiram insulina, eliminando a necessidade de injeções regulares do hormônio regulador do açúcar no sangue.

O desenvolvedor do ORMD-0801, a empresa Oramed com sede em Jerusalém, anunciou que a pílula de insulina havia entrado nos estágios finais de teste, após quase 15 anos de desenvolvimento.

Em 2019, ORMD-0801 foi colocado em uma via rápida para aprovação e pode estar disponível ao público em três anos se a Food and Drug Administration dos EUA liberar a pílula para uso geral.

Apenas os diabéticos do tipo dois serão capazes de usar a pílula inicialmente, no entanto, com testes adicionais necessários antes que a droga seja liberada também para os diabéticos do tipo um.

A pílula Oramed marca o culminar de três décadas de pesquisa no Hospital Hadassah em Jerusalém para superar os problemas inerentes à administração oral de insulina.

Em circunstâncias normais, quando a insulina é ingerida por via oral, as proteínas do hormônio se decompõem no estômago antes de ter qualquer efeito no corpo.

Um novo revestimento especial para pílula, juntamente com intensificadores de absorção desenvolvidos pela Oramed, permite ao ORMD-0801 manter a insulina intacta até que ela atinja o intestino, onde é absorvida.

Fonte: https://www.israelnationalnews.com


Ver também:


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo