Esportes

Gasly diz que teve que correr “grandes riscos” para selar o pódio

Compartilhar

Pierre Gasly esteve em forma elétrica durante todo o fim de semana no Azerbaijão, e o piloto da AlphaTauri acabou sendo recompensado com um terceiro pódio na carreira no P3, embora ele tenha admitido que temia perder a chance depois de ter problemas de motor no meio da corrida.

Gasly largou em quarto e correu na mesma posição durante grande parte da corrida antes de ser ultrapassado por Sebastian Vettel na volta 35. O francês expressou seu descontentamento no rádio da equipe depois que o piloto da Aston Martin passou por ele facilmente na reta dos boxes, embora ele mais tarde revelou que estava lutando contra um problema de motor que o deixou sem potência e vulnerável a seus rivais na reta.

“Foi muito difícil para mim a meio da corrida com um problema de motor”, disse ele. “Estávamos perdendo muita força nas retas e Seb conseguiu nos ultrapassar no meio da corrida”.

“Foi claramente uma diferença muito grande com Yuki [Tsunoda], por exemplo. Então os caras me disseram muitas mudanças no motor para tentar limitar os danos”.

“Fui muito forte no segundo setor, mas a reta foi muito difícil. Quando o Seb me passou, eu literalmente não consegui fazer nada lá”.

Com a saída de Verstappen, Gasly alinhou em quarto lugar para o reinício da corrida final, mas enfrentando os mesmos problemas de antes, ele disse que tinha que “colocar os cotovelos para fora” para manter Charles Leclerc da Ferrari na baía na emocionante luta pelo que se tornou a final slot do pódio, uma vez que Lewis Hamilton saiu da pista.

“Eu sabia nessas duas últimas voltas, o que quer que eu faça, eu sabia que o Charles atrás me ultrapassaria na reta”, disse ele. “E foi o que aconteceu”.

“Então, voltei a rebocar e fui para a curva um. Ele voltou para cima de mim na curva três e tive que frear muito tarde”.

“A cada travagem não tinha a certeza se ia parar o carro, mas tinha de correr, queria muito aquele pódio”.

“Corri alguns riscos grandes, mas claramente valeu a pena”.

Gasly já subiu em todos os degraus do pódio da Fórmula 1, tendo terminado em segundo no Brasil em 2019, primeiro na Itália em 2020 e agora em terceiro no Azerbaijão. Atualmente é o P8 da classificação dos pilotos com 31 pontos.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo