Esportes

Fora de casa, CRB-AL elimina o Palmeiras nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

Juazeirense também elimina o Cruzeiro nos pênaltis e avança as oitavas de final.

Após devolver o placar do jogo de ida da terceira fase, Galo derrotou o Verdão por 4 a 3 nas penalidades, com direito a três defesas de Diogo Silva.

Com emoção até o fim! Nesta quarta-feira (9), o CRB-AL se classificou às oitavas de final da Copa Intelbras do Brasil ao eliminar o Palmeiras, em pleno Allianz Parque. Após perder o jogo de ida da terceira fase por 1 a 0, o Galo devolveu o placar no tempo normal e levou a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, brilhou a estrela do goleiro Diogo Silva, que defendeu três batidas e ainda converteu uma para garantir o triunfo por 4 a 3.

O jogo

A partida começou movimentada no Allianz Parque. Após a vitória por 1 a 0 no jogo de ida, o Palmeiras teve boa chance de ampliar a vantagem logo aos quatro minutos de bola rolando. Rony cruzou da direita para Wesley, que desviou de letra e parou em boa defesa de Diogo Silva. O CRB, no lance seguinte, balançou as redes e manteve viva a chance de avançar na competição. Diego Torres avançou pelo meio e deu assistência na medida para Ewandro finalizar na saída de Weverton: 1 a 0.

Com o placar agregado empatado, o Verdão partiu para cima em busca de um gol. Gustavo Scarpa teve chance em cobrança de falta e em chute de fora da área, sem sucesso. Rony finalizou com muito perigo, mas viu Gum salvar o lance em cima da linha. E, já nos acréscimos, Raphael Veiga arriscou de longe e obrigou Diogo Silva a fazer boa defesa para manter a vantagem do Galo.

Na volta do intervalo, o Palmeiras seguiu pressionando, enquanto o CRB apertou a marcação e segurou as investidas dos donos da casa. Logo no primeiro minuto, Luiz Adriano quase empatou, mas foi parado em boa defesa de Diogo Silva. Em outra oportunidade, aos 33, Breno Lopes completou cruzamento de Wesley da esquerda e viu o goleiro do Galo defender de novo. Sem mais bolas na rede, a decisão foi para os pênaltis.

Nas cobranças, emoção até o fim! O goleiro Diogo Silva defendeu três cobranças do Verdão e ainda converteu uma para garantir a vitória do CRB por 4 a 3. Diego Torres, Hyuri e Jatobá também marcaram.

Bruno Haddad/Cruzeiro
Após triunfo por 1 a 0 no tempo normal, Rodrigo Calaça defendeu duas cobranças e garantiu o Cancão nas oitavas de final

Foi com muita emoção a classificação da Juazeirense para as oitavas de final da Copa Intelbras do Brasil. Após perder por 1 a 0 em Belo Horizonte, o Cancão de Fogo venceu, nesta quarta-feira (9), o Cruzeiro por 1 a 0 e levou a decisão da vaga aos pênaltis no Adauto de Moraes. Na marca da cal, brilhou a estrela do goleiro Rodrigo Calaça, que defendeu duas cobranças e ajudou a garantir o 3 a 2 no placar.

+Confira os resultados da terceira fase da Copa Intelbras do Brasil

O jogo

Primeiro tempo morno e sem chances claras de gol no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA). A equipe baiana teve 75% de posse de bola contra 64% dos mineiros. Mas foi a Raposa que, mesmo de forma tímida, criou uma chance. Aos 34 minutos, Rômulo cobrou falta na área, Bruno José ficou com ela, dominou e chutou forte. Mas a bola saiu pela linha de fundo. Já a melhor oportunidade da Juazeirense aconteceu de um chute de fora da área de Clébson, onde Fábio defendeu, aos 28.

A partida melhorou na etapa final. Indo para cima do Cancão de Fogo, a Raposa teve três chances seguidas para abrir o placar. Aos 10, Bissoli chutou e tirou tinta da trave. Depois, aos 12, Bissoli finalizou outra vez, mas parou no goleiro Rodrigo Calaça. Em seguida, aos 13, Bruno José ficou cara a cara com Calaça, mas chutou em cima do goleiro.

A Juazeirense respondeu em seguida, aos 16: Guilherme Lucena cobrou falta na área, Wendell subiu e cabeceou para tirar tinta da trave direita de Fábio. Mais tarde, aos 27, o Cruzeiro desperdiçou uma chance incrível. Airton recebeu cruzamento na área da Juazeirense, sozinho, cabeceou por cima da meta.

Ousado, o Cancão de Fogo fez o gol que precisava para empatar o placar agregado. Na marca dos 40 minutos, Kesley foi até a linha de fundo e cruzou para a pequena área. Thauan apareceu e soltou a bomba para estufar as redes e deixar tudo igual em Juazeiro. A emoção foi até o último minuto. Aos 49, após cruzamento, Ramon ficou livre e chutou, mas Waguinho salvou em cima da linha. No rebote, Ramon arrematou e acertou o travessão.

Na marca da cal, o goleiro Calaça defendeu as cobranças de Rômulo e Matheus Barbosa para garantir o Cancão de Fogo nas oitavas de final da Copa Intelbras do Brasil.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo