Esportes

Brasil estreia na Copa América 2021 com vitória sobre a Venezuela

Compartilhar

Com gols de Marquinhos, Neymar e Gabi, Seleção faz 3 a 0 sobre a equipe vinotinto e larga bem na corrida pelo décimo título.

Estreia tranquila e com o pé direito do Brasil na CONMEBOL Copa América 2021! Na noite deste domingo (13), a Seleção Canarinho encarou a Venezuela na Arena Mané Garrincha, ditou o ritmo da partida do início ao fim e venceu por 3 a 0, com gols de Marquinhos, Neymar e Gabi. O resultado coloca o Brasil na liderança no Grupo B, com três pontos. Os comandados do técnico Tite voltam a campo pela Copa América na quinta-feira (17), contra o Peru, no Nilton Santos.

O jogo

A Seleção Brasileira dominou a Venezuela na etapa inicial, pressionando e mantendo o rival no campo de defesa desde os primeiros instantes da partida na Arena Mané Garrincha. O período terminou 1 a 0 para o Brasil, mas poderia ter sido bem mais.

Logo aos sete minutos, Neymar cobrou escanteio fechado, Richarlison se antecipou e desviou de cabeça. Gabriel Jesus apareceu, mas não conseguiu alcançar a bola. Logo em seguida, aos nove, Richarlison finalizou de perna esquerda e só não abriu o placar porque Graterol realizou grande defesa.

Antes do primeiro gol brasileiro, Militão, aos 10, e Danilo, aos 19, por pouco não inauguraram o placar. Até que, na marca dos 22 minutos, Neymar cobrou escanteio, a bola desviou na defesa venezuelana e sobrou para Marquinhos completar para o fundo das redes.

O terceiro por pouco não aconteceu aos 29 minutos, quando Militão conseguiu lindo lançamento para Neymar, que dominou com categoria, balançou para cima da marcação e chutou rasteiro. A bola tirou tinta da trave de Graterol.

A Canarinho seguiu com a mesma postura na etapa final: no ataque. Já aos sete  minutos, Gabriel Jesus tabelou com Éverton Ribeiro e chutou cruzado. Neymar deu um carrinho e quase conseguiu alcançar a bola.

Mas o segundo gol do Brasil foi questão de tempo. Aos 16, Danilo sofreu falta dentro da área. Pênalti para o Brasil. Neymar, com a categoria de sempre, deslocou o goleiro Graterol e anotou o segundo verde e amarelo.  

Mais tarde, aos 37, quase uma pintura em Brasília. Neymar recebeu na esquerda, arrancou, tabelou com Gabi, invadiu a área e finalizou buscando o cantinho direito. A bola saiu pela linha de fundo.

Só que a Seleção queria mais. Na marca dos 43, Neymar recebeu na esquerda, limpou Graterol e cruzou na primeira trave. Gabi escorou com o peito para o fundo das redes e deu números finais ao placar da Arena Mané Garrincha.

Brasil: Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Renan Lodi (Alex Sandro); Casemiro, Fred (Fabinho) e Lucas Paquetá (Everton Ribeiro); Neymar, Richarlison (Gabi) e Gabriel Jesus (Vinicius Júnior).

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »