News

Monitores do Programa Amapá Jovem passam por capacitação em saúde preventiva

A capacitação busca munir os monitores de conhecimento e habilidades necessárias para lidar com os bolsistas do Programa que se encontram em situação de vulnerabilidade em áreas de risco.

Na tarde desta quinta-feira, 17, no Centro Educacional Graziela Reis de Souza, ocorreu uma capacitação voltada aos monitores do Programa Amapá Jovem. O evento abordou a temática do combate ao uso de drogas e trabalhou o desenvolvimento de capacidades para lidar com bolsistas em potencial situação de vulnerabilidade em relação às drogas.

O evento foi organizado pela Secretária de Estado da Saúde (Sesa), através da Coordenadoria de Políticas de Atenção a Saúde (Cpas), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação do Amapá (Seed), por meio do Núcleo de Atendimento a Saúde do Educando (Nase) e Secretaria de Juventude (Sejuv).

A psicóloga Assunção Rocha, atuante na CPAS, acredita que os monitores capacitados podem atuar diretamente no resgate dos bolsistas em situação de risco. É uma atuação na prevenção e, consequentemente, no resgate desses jovens.

“Os monitores, após adquirirem as informações e habilidades necessárias, serão aptos para intervir e multiplicar as informações necessárias para os bolsistas”, reforçou a psicóloga.

A Coordenadora Estadual do Programa Amapá Jovem e, atualmente,  secretária interina da Sejuv, Samilla Rocha, acredita que a capacitação é importante para que os monitores compreendam, principalmente, como conduzir as situações dentro dos pólos do programa e como enfrentar circunstâncias de contato direto com as drogas.

“Uma grande preocupação neste momento é a popularidade do cigarro eletrônico, cada vez mais presente nos momentos de descontração. Muitos jovens estão aderindo por achar que não é maléfico, mas não é bem assim, e queremos que os jovens estejam cientes dessas informações”, completou a coordenadora.

O coordenador de pólo Felipe Valente, que atua diretamente na interlocução entre os monitores e bolsistas, acredita que reforçar os malefícios do tabagismo, alcoolismo e uso de outras rogas é fundamental para assegurar uma juventude saudável aos bolsistas do Programa Amapá Jovem.

“De fato, em pólo a gente encontra diversas situações. Hoje em dia é muito comum encontrar bolsistas convivendo com vicio em drogas licitas, principalmente, como cigarros eletrônicos ou os normais”, disse o jovem.

Programa Amapá Jovem

O programa do Governo do Estado promove a inclusão e qualificação de jovens de 15 a 29 anos. Além de uma bolsa mensal, os participantes têm acesso a cursos profissionalizantes, oficinas de arte e cultura, aulas de cidadania e atividades pedagógicas e esportivas.

Fonte: Governo do Amapá


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo