News

Pará: Emater capacita produtores de pimenta-do-reino em São Miguel do Guamá

Compartilhar

Além de ampliar conhecimento sobre a cultura, a Emater garante assessoramento aos produtores.

Quase 40 produtores de pimenta-do-reino (Piper nigrum), que recebem acompanhamento do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) em São Miguel do Guamá, na região Nordeste, participaram de um Intercâmbio Técnico promovido pela empresa nesta sexta-feira (18). Eles conhecerem um plantio da cultura no tutor vivo de gliricídia (árvores leguminosa) na comunidade Suassuy.

Para o agricultor Elson Cardoso, que disponibilizou sua propriedade para a capacitação, essa é uma oportunidade de compartilhar conhecimento com outros produtores. “Considero esse tipo de ação promovida pela Emater fundamental, pois promove um diálogo entre nós produtores e também com os órgãos públicos. Isso faz os produtores crescerem. A agricultura cresce e também fortalece o nosso município”, afirmou o agricultor, que atribui ao acompanhamento dado pela Emater o sucesso que vem obtendo com a produção de pimenta-do-reino.

“Pra mim, como pequeno agricultor, ter a Emater como parceiro é fundamental, pois temos técnicos com conhecimento pra apresentar tecnologia para os agricultores, e que nos leva a avançar e poder compartilhar com outros agricultores esse conhecimento”, acrescentou.

O compartilhamento de informações a partir do exemplo prático de cultivo de uma cultura já consolidada no município é o objetivo do intercâmbio, explicou o engenheiro agrônomo Odiwaldo Portela, que coordena o escritório local da Emater em São Miguel do Guamá.

“O intercâmbio oferece uma troca de conhecimentos entre os agricultores visitantes com o dono da propriedade e as instituições. Trouxemos os agricultores para ver como funciona o plantio na gliricídia. Eles vão ver um plantio em implantação e outro que está com três anos produzindo, para conhecer essa modalidade de plantio, os tipos de tecnologia que o produtor usou na área, e podem tirar suas dúvidas e obter conhecimentos para aos seus cultivos”, esclareceu o engenheiro.

A gliricídia é uma planta leguminosa cujo tronco pode ser usado como apoio para plantas trepadeiras, evitando o uso de estacas de madeira, que encarecerem o processo de produção e são retiradas da natureza, prejudicando o meio ambiente, pois favorece o desmatamento. A planta ainda ajuda a fertilizar o solo.

Assessoramento – Além de realizar o intercâmbio, o escritório local da Emater prestará assistência técnica aos agricultores, informou Odiwaldo Portela. “A Emater vai continuar assessorando os produtores para a implementação do que foi aprendido em campo durante o intercâmbio. Os produtores interessados serão acompanhados futuramente, cada um em sua propriedade”, acrescentou.

O produtor Eliezio Damasceno, da comunidade 7 de Setembro, ressaltou a importância da ação. “Essa troca de ideias é muito importante para que nós, produtores, adquiramos mais conhecimento dentro da cultura de pimenta-do-reino, que é uma das que mais oferecem rentabilidade”, disse.

O intercâmbio promovido pelo escritório local da Emater em São Miguel do Guamá faz parte das ações intersetoriais do Grupo de Trabalho (GT) da Cadeia Produtiva da Pimenta-do-Reino do Estado, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

Na próxima semana, o GT realizará palestras voltada aos produtores de pimenta-do-reino de Castanhal e municípios vizinhos. O evento, marcado para terça-feira (22), a partir de 8 h, no Parque de Exposições de Castanhal, terá a participação de palestrantes da Sedap, Emater, Adepará e Embrapa, que vão abordar o contexto da cadeia produtiva, da contaminação por Salmonella e as boas práticas de colheita e pós-colheita.

Fonte: Agência Pará


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Translate »