Esportes

Em Salvador, Bahia vence e quebra invencibilidade do Athletico-PR no Brasileirão

Compartilhar

No estádio de Pituaçu, Esquadrão de Aço venceu o Furacão por 2 a 1 pela sexta rodada do campeonato

Bahia quebrou a invencibilidade do Athletico-PR no Brasileirão Assaí 2021 e entrou no G-4. Na noite desta quinta-feira (24), o Tricolor bateu o Rubro-Negro por 2 a 1, no estádio de Pituaçu, em Salvador, pela sexta rodada do campeonato.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço terminou a rodada na quarta colocação, com 11 pontos. O Furacão surge na segunda posição, com 12 pontos.

O jogo

No estádio de Pituaçu, o primeiro tempo começou disputado e o Esquadrão de Aço abriu o placar aos 16 minutos. Patrick de Lucca aproveitou cruzamento de Rossi e cabeceou para o fundo das redes do goleiro Santos. O Bahia chegou novamente aos 38 minutos. Dentro da área, Rossi chutou forte e Santos espalmou. No minuto seguinte, o Furacão empatou. Terans aproveitou cruzamento de Abner e chutou cruzado.

O segundo tempo começou truncado. Aos três minutos, Capixaba aproveitou a sobra e chutou por cima do gol. Nove minutos depois, Gilberto cobrou falta para o Tricolor e Santos defendeu. O Rubro-Negro respondeu aos 13 minutos, com Carlos Eduardo. O camisa 96 chutou forte da entrada da área e a bola passou por cima do gol. Aos 17, foi a vez de Daniel fazer jogada com Gilberto e finalizar. A bola passou perto do gol.

Apostando no contra-ataque, o Furacão criou boa jogada com Carlos Eduardo e Christian aos 22 minutos do primeiro tempo. O camisa 88 chutou de fora da área e acertou o travessão. Depois do Rubro-Negro acertar a trave, o Tricolor acertou o gol. Aos 26 minutos, Juninho ganhou disputa na área e chutou para o gol. A bola passou pelo goleiro e Rossi completou para o fundo das redes.

O time visitante tentou empatar aos 29 minutos. Cittadini recebeu passe de Carlos Eduardo e, dentro da área, chutou forte. Matheus Teixeira espalmou. Aos 38, foi a vez do Bahia pressionar. Rossi cobrou falta com categoria e Santos colocou para escanteio. A bola ainda tocou na trave antes de sair. Nos acréscimos, aos 46, o Tricolor quase marcou o terceiro. Ruiz recebeu excelente cruzamento de Nino e cabeceou com força. Santos fez uma defesa incrível.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »