Saúde

Dicas de Saúde: Saiba mais sobre sangramento nasal

Compartilhar

Pelo menos uma vez na vida, 60% das pessoas terão sangramento nasal (epistaxe, em linguagem médica). Ocorre mais comumente nas crianças com menos de 10 anos e em adultos com mais de 35.

A quase totalidade dos sangramentos ocorre na parte da frente do septo que separa as narinas – a parte mais móvel, elástica. Apenas 10% acontecem na parte de trás do septo – a parte fixa e dura – ou nas paredes internas das asas laterais do nariz. Esse tipo, na parte de trás, é mais comum depois dos 60 anos.

Causas:

A epistaxe pode ser causada tanto por problemas locais como por condições gerais. Traumatismos locais são mais frequentes em crianças. Nos adultos, o uso de medicamentos no nariz, como descongestionantes, antialérgicos e corticosteroides pode provocar hemorragias em cerca de 20% dos casos.

Outras causas locais são: uso de cocaína, ressecamento da mucosa causado pelo clima excessivamente seco, pelo inverno rigoroso, alergias, desvio no septo, corpo estranho, pós-operatório de cirurgia nasal, irritantes químicos, exposição prolongada ao ar condicionado, assoar o nariz com muita força, hábito de levar o dedo ao nariz ou por infecções virais e bacterianas.

Algumas doenças que afetam a coagulação do sangue, como hemofilia, insuficiência hepática, insuficiência renal, leucemias e linfomas, bem como o uso de aspirina para prevenir doenças cardiovasculares, aumentam o risco. A ingestão de substâncias chamadas de ‘alternativas’, por exemplo: ginseng, pó de alho, ginkgo e outros produtos desse tipo, também podem provocar a epistaxe.

Tratamento:

O tratamento para o sangramento nasal, além da identificação e da correção dos fatores que o desencadeiam, depende do local e da gravidade do caso.

A maioria dos sangramentos nasais não requer tratamento médico por ocorrer na parte da frente do septo nasal, bastando comprimir com firmeza as asas nasais contra essa parte mais elástica do septo, usando o polegar e o indicador em forma de pinça, durante 15 minutos. Não esqueça: 15 minutos.

Como agir em caso de sangramento nasal:

– manter a calma e fazer compressão na narina que estiver sangrando, com a cabeça levemente inclinada para frente;
– evitar qualquer tipo de calor próximo à região do nariz: sol, alimentos quentes, secador de cabelo, banhos quentes;
– evitar esforços físicos;
– a cabeça deve ficar ligeiramente inclinada para frente. Não deve ser inclinada para trás para evitar que o sangue escorra pela faringe e vá parar no estômago ou nas vias aéreas;
– a pessoa deve respirar pela boca enquanto durar a compressão e sentar-se confortavelmente de modo a manter a cabeça numa posição mais alta do que o resto do corpo. Jamais deitar!
– hemorragias que não param com a compressão por 15 minutos, precisam de assistência médica!

IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em abril de 2021

Fontes:

Dr. Dráuzio Varella

Fundação Otorrinolaringologia

Universidade Federal de Santa Maria

Fonte: https://bvsms.saude.gov.br


Ver também:


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo