Esportes

Gasly entusiasmado com as chances no GP da Estíria

A rica forma de Pierre Gasly continuou enquanto o piloto de AlphaTauri estabelecia o sexto tempo mais rápido na qualificação para o Grande Prêmio da Estíria, mas o francês está desconfiado, pois a falta de dados de longo prazo os deixa entrando na corrida com algumas incógnitas.

Gasly tem estado em grande forma, especialmente na qualificação, esta temporada e sexto na Áustria é sua sexta largada entre os seis primeiros em oito corridas nesta temporada, um recorde para qualquer piloto na história da equipe (incluindo suas aparências anteriores).

E isso aconteceu depois que ele nem participou do TL2 depois que a Honda detectou um problema com sua unidade de força e finalmente instalou um terceiro MGU-K – o último que ele pode tomar sem penalidades nesta temporada – antes do treino final e da qualificação.

“Estou muito contente, sim, porque perdemos algum terreno ontem sem fazer o TL2, então tivemos muito trabalho hoje para recuperar,” disse Gasly. “Mesmo com isso, ainda conseguimos fazer uma qualificação muito forte, todo o caminho, Q1, Q2 e eu consegui me classificar para o Q3 com apenas um set no Q2 – o que nunca realmente aconteceu para nós”.

“Então foi uma qualificação muito, muito positiva. E essas pequenas lacunas, sabe? Quando você olha para o topo, é ótimo estar em uma posição onde você vem todo fim de semana e está nessa posição, para lutar por posições emocionantes e estou muito animado para amanhã”.

Gasly terá que confiar nos dados de longo prazo coletados do companheiro de equipe Yuki Tsunoda depois de ter perdido o TL2 – mas ele está confiante de que com trabalho duro durante a noite, ele pode ter um bom resultado no domingo.

“Essa é uma pergunta muito boa”, disse Gasly, quando questionado sobre o ritmo de corrida. “Temos apenas os dados de Yuki de ontem nas corridas longas, por isso vamos com um pouco de desconhecido na corrida de amanhã, mas sabemos que não vai ser fácil com a temperatura. Sabemos que a degradação é bastante alta, então com certeza eles darão muito trabalho”.

“Pode haver um pouco de chuva que ouvi, então talvez tudo mude. Sim, somos como muitos no mesmo barco, começando com os compostos macios, mas não, estou confiante. Vou trabalhar bem esta noite com os dados de Yuki e tentar entender o máximo que puder para me preparar para amanhã”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo