Esportes

Bragantino aposta em dedicação e pés no chão para seguir na liderança

Compartilhar

Maurício Barbieri celebra o bom momento do Massa Bruta.

Líder do Campeonato Brasileiro com 17 pontos em sete jogos. Invicto, com cinco vitórias e dois empates. Qual é o segredo do Bragantino neste início de Série A? Depois de vencer o Atlético-GO nesta segunda-feira (28), o técnico Maurício Barbieri concedeu entrevista coletiva e falou sobre, pelo menos, três aspectos que ajudam a explicar o sucesso do Massa Bruta.

Primeiro: time organizado e com a dedicação de todos os jogadores.

“Sem dúvida é uma marca importante, é algo que a gente tem discutido bastante essa capacidade de solidariedade da equipe, de todos ajudarem na marcação, de todos iniciarem as construções de ataque, da equipe ser coesa. Eu acho que isso, sem dúvida nenhuma, tem nos levado a ter os bons resultados dos últimos jogos”.


Outro aspecto importante é o tempo de casa. Maurício Barbieri é o segundo técnico mais longevo da Série A, atrás apenas de Guto Ferreira, treinador do Ceará. O comandante do Massa Bruta foi contratado em setembro de 2020. Barbieri ressaltou a importância da manutenção dos treinadores no futebol brasileiro.

“Eu acho que, no meu caso em particular, é um absurdo um treinador que não tenha nem um ano de clube seja o segundo mais longevo na competição. Isso demonstra uma série de incoerências, inconsistências, falta de planejamento e convicção que a gente tem enfrentado e isso é extremamente ruim. Em primeiro lugar, para os treinadores brasileiros, que são extremamente competentes e não têm tido a confiança e o respaldo necessários para desenvolver os seus trabalhos. Em segundo plano, para o próprio futebol brasileiro, porque isso implica em uma queda de qualidade do jogo. Não acho que, no meu caso, seja uma marca para se comemorar. Claro que estou feliz de ter esse tempo de casa, mas eu acho que ser o segundo mais longevo com menos de um ano é uma marca preocupante”.

Mesmo com uma campanha praticamente perfeita até aqui, Maurício Barbieri lembrou de algo que falta a muitas equipes que deslancham e acabam se perdendo no meio do campeonato: motivação, mas com os pés no chão.

“Eu acho que a motivação é total. A gente está no lugar que todas as equipes gostariam de estar. Ainda é muito cedo, o campeonato está no começo e eu acho que a campanha que a gente realizou na temporada passada demonstra isso, tem muita água para passar debaixo da ponte ainda. Sem dúvida nenhuma, começar dessa maneira é importante, nos dá, além de confiança, os pontos que a gente precisa. Nos dá gordura, porque pode acontecer um momento de oscilação e a gente pode passar por uma eventual turbulência da melhor maneira. A gente segue mantendo os pés no chão, com muita humildade e trabalhando bastante para fazer com que essa sequência se repita pelo maior tempo possível”.

O Bragantino venceu as quatro partidas que disputou fora de casa na Série A e abriu quatro pontos de vantagem sobre o Athletico-PR, segundo colocado e com um jogo a menos. Na próxima rodada, o Massa Bruta recebe o Ceará, quinta-feira (01/07), às 16h, no Nabi Abi Chedid.

Fonte: Agência Brasil


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo