Esportes

Thiago Silva elogia desempenho defensivo da Seleção Brasileira: ‘Temos dado pouca oportunidade’

Compartilhar

Mais velho do elenco, zagueiro comentou rotatividade entre os jogadores da Seleção sob o comando de Tite.

Mais experiente do grupo, Thiago Silva tem gostado muito da defesa da Seleção Brasileira. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30), o zagueiro elogiou o desempenho defensivo da equipe comandada por Tite e valorizou o trabalho de todos os jogadores, já projetando o duelo contra o Chile pelas quartas de final da Copa América.

“A fase defensiva deve ser compartilhada com jogadores do meio para frente. Eles (Chile) chutaram 17 vezes, fizeram poucos gols, mas quando eles veem brecha, chutam. A gente quando está em campo, dificilmente dá essas chances. Se tiverem chance, vão chutar. Sofremos pouco nesse sentido de chutes diretamente, com defesas de nossos goleiros. Sofremos de 3 a 4 chutes por jogo, só duas no gol, duas ou três bloqueadas por nós, o que quer dizer que estamos bem posicionados defensivamente desde lá na frente. Temos dado pouca oportunidade”, analisou Thiago Silva.

Com a lesão de Felipe, a zaga da Seleção Brasileira contou com uma espécie de rotação entre Marquinhos, Thiago Silva e Éder Militão. Os três zagueiros, que receberam o reforço de Léo Ortiz essa semana, atuaram em diferentes partidas e as três duplas possíveis foram a campo pela Seleção. Perguntado sobre o que tem achado de seus companheiros de posição, Thiago rasgou elogios para Marquinhos e Militão e revelou que tem aconselhado bastante o mais jovem do grupo para que evolua cada vez mais.

“A gente sempre aprende a cada dia, seja com os mais novos ou com aqueles da mesma faixa etária. Aprendi muito com Daniel Alves. Sobre Marquinhos e Militão, não temos dificuldade nenhuma em jogar junto. A gente aprende situações, como eu era muito jovem acreditava muito na minha velocidade. Como o Militão. Por vezes ele perde um pouco por saber que vai recuperar. Isso que passo para eles, fui assim no Milan. Jogador com tão pouca idade jogando no Real e em alto nível. Falei para ele: ‘Continua assim, não estou aqui te motivando porque te venci, é porque realmente está fazendo grande ano’. Acredito que agora, com a saída do Sérgio Ramos, mostra a confiança nele. Já o Marquinhos dispensa comentário, joguei por sete anos, me ensinou muito, mesmo sendo mais novo do que eu. Parece que tem a minha idade, muito inteligente, jogador que está no top 3 de zagueiros do mundo. Deve estar na seleção da Fifa, acredito que já neste ano. Ele vai te ensinando mesmo sem ter essa noção. Faz coisas que jogador da idade dele geralmente não faz”, avaliou.

Na próxima sexta-feira, o Brasil enfrenta o Chile pelas quartas de final da CONMEBOL Copa América. Em mais de uma década com a camisa da Seleção Brasileira, Thiago Silva enfrentou algumas vezes esta geração chilena, que reúne talento e experiência. Apesar de La Roja ter se classificado na quarta posição no Grupo A, com uma vitória em quatro jogos, o zagueiro conhece bem os predicados do adversário da Seleção, que merece muito respeito.

“É uma equipe de muita qualidade. Não foi à toa que conquistaram duas Copa Américas seguidas. É um grupo que sabe jogar esse tipo de jogo, independente do momento que atravessam. São sétimos nas Eliminatórias e agora venceram uma partida apenas, mas isso não quer dizer muita coisa. Quando entra ali, especialmente se tratando de Seleção Brasileira, todos querem vencer, todos se preparam da melhor maneira possível. Não tenho dúvida que vai ser um confronto muito difícil, muito complicado de ser jogado, mas o mais importante de tudo é que a gente está super preparado para enfrentá-los. Tentar neutralizar as principais jogadas ofensivas deles para que a gente tenha sucesso nesse confronto”, disse Thiago Silva.

Brasil e Chile se enfrentam na próxima sexta-feira (2), às 21h, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ). A partida terá transmissão ao vivo do SBT e da ESPN Brasil.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »