Esportes

Fortaleza bate o Corinthians e entra no G-4 do Brasileirão

Compartilhar

Pela 11ª rodada da competição, Leão venceu o Timão por 1 a 0, com gol de Robson, na Arena Castelão.

Na Arena Castelão, o Fortaleza venceu o Corinthians e subiu para o G-4 da tabela do Brasileirão Assaí. Robson marcou o gol do triunfo tricolor por 1 a 0 na 11ª rodada da competição.

Com o resultado, o Leão agora é o quarto colocado da Série A, com 21 pontos. O Timão, com 14, ocupa o 12º lugar.

O jogo

O Fortaleza controlou as ações na etapa inicial da partida diante do Corinthians, na Arena Castelão. Com mais posse de bola e criando as melhores chances, o Leão do Pici começou levando perigo antes do primeiro minuto, quando David arriscou de longe e viu a bola passar muito perto da meta defendida por Cássio. Após chegadas com Robson e Matheus Vargas, os donos da casa balançaram as redes aos 18 minutos. Em chute de fora da área, Robson mandou no ângulo para fazer 1 a 0. Em vantagem, o Tricolor diminuiu um pouco a pressão, e o Timão passou a se lançar mais ao ataque. No entanto, a única boa chegada foi após Fagner avançar ao ataque e lançar Mateus Vital, que finalizou forte para defesa de Felipe Alves.

No segundo tempo, o Corinthians até equilibrou as ações e teve mais posse de bola, mas sem conseguir ser efetivo nas finalizações. Na melhor chegada, Gil lançou para Gustavo Mosquito, que invadiu a área e passou para Jô, que viu a defesa tricolor afastar. Administrando o resultado positivo, o Fortaleza se fechou na marcação e não deu espaços para os visitantes, que não mexeram no placar até o apito final.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo