Esportes

Russell explica por que o primeiro F1 Sprint é uma grande oportunidade para a Williams

Compartilhar

novíssimo evento F1 Sprint acontecerá em Silverstone neste fim de semana, mas com a ordem de chegada determinando o grid para o Grande Prêmio da Inglaterra de domingo, será tudo sobre proteger o que você tem, ou correr riscos para tentar obter você mesmo o pedido? George Russell, o convidado desta semana do podcast F1 Nation , sabe exatamente como ele vai abordar isso.

O piloto da Williams juntou-se aos anfitriões Damon Hill e Tom Clarkson para discutir isso, bem como seu acidente de Imola com Valtteri Bottas, seu próprio futuro na Williams, os links para o segundo assento na Mercedes e como ele está ansioso para ir para a corrida em casa este fim de semana – que contará com a primeira corrida de F1 Sprint de todos os tempos, a corrida de 100 km no sábado entre a qualificação e o Grande Prêmio em si. Então, Russell vai lidar com isso de forma conservadora ou vai com todas as armas em punho?

“Se todo mundo for conservador, isso dá uma oportunidade para aquele que vai colocar um pouco mais lá fora, então, obviamente, se eu fosse [Max] Verstappen ou Lewis [Hamilton] na frente do grid, você não iria por uma ultrapassagem imprudente e risco de não terminar a corrida porque podem se classificar entre os cinco primeiros”, disse ele. “Ou comece entre os cinco primeiros ou ainda termine em primeiro e segundo lugar.

“Em uma posição como a nossa, quando você está na retaguarda da grade, você tem que ir em frente. Então, essa é uma oportunidade porque vai haver pessoas tendo uma abordagem diferente, sabe?”.

O britânico perdeu seus primeiros pontos para a Williams na Áustria depois de uma batalha épica com o bicampeão Fernando Alonso no final da corrida, quando terminou em 11º, mas diz seu recente sucesso na qualificação – com uma aparição no Q3 da última vez – vai estimulá-lo na Sprint de Silverstone.

“Frequentemente temos sido bons na qualificação,” continuou. “Se pudermos começar à frente de alguns carros mais rápidos que talvez vão jogar de forma um pouco mais conservadora do que nós, ou começar logo atrás de alguns carros que serão um pouco mais conservadores do que nós, talvez isso nos ofereça uma oportunidade – Estou pronto para isso”, concluiu.

Ouça F1 Nation, no Spotify ou Apple Podcasts.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo