Esportes

‘Todos nós estamos indo para um desconhecido’ diz Leclerc depois de garantir P4 para o F1 Sprint

Compartilhar

Charles Leclerc disse que ele e seus companheiros pilotos “estão todos indo para um desconhecido” com a corrida de Sprint inaugural da F1 no sábado, depois que ele deu uma volta emocionante para levar o P4 na sessão de qualificação de sexta-feira no Grande Prêmio da Inglaterra.

O Monegasco mostrou o ritmo para terminar confortavelmente entre os 10 primeiros ao longo da sessão em Silverstone e conseguiu uma boa volta quando a bandeira quadriculada caiu para o quinto lugar, que ficou em quarto quando Sergio Perez, da Red Bull, teve um tempo de volta excluído por exceder o limite de pista.

Em quarto lugar, está o melhor desempenho de Leclerc no Q3 desde que conquistou a pole position nos Grandes Prêmios de Mônaco e do Azerbaijão, respectivamente.

“Estou muito feliz”, disse Leclerc. “Foi uma qualificação complicada. Com tão pouca preparação para a qualificação, torna as coisas um pouco mais complicadas. Mas fizemos um bom trabalho, maximizamos o potencial do carro e, sim, é um fim de semana emocionante”.

“Amanhã temos uma corrida de velocidade, realmente não sei como entrar nessa corrida. Vamos apenas tentar fazer a melhor corrida possível”.

Ele acrescentou: “Eu estava bastante confiante [com o carro], especialmente no primeiro qualify. No segundo qualify, não estava no nível que queria estar. Então, no Q3, eu recuperei a confiança e o ritmo um pouco no carro, então estou feliz com a forma como foi”.

Leclerc vai alinhar em quarto no sábado – com a sua posição final no Sprint garantindo a sua vaga na grelha para o Grande Prémio de domingo. Antes disso, há mais uma hora de prática, onde as equipes podem refinar seu ritmo de corrida.

“Vamos esperar para ver”, disse Leclerc sobre suas expectativas. “Eu não gosto de falar muito rápido. Vamos ver como vai ser amanhã. Todos nós estamos indo para um desconhecido”.

“Temos o TL2 para tentar preparar a corrida de velocidade o melhor que pudermos – e então vamos ver o que podemos fazer”.

Seu companheiro de equipe Carlos Sainz fez duas Ferraris entre os 10 primeiros, terminando em nono mais rápido, dois décimos de segundo atrás de seu companheiro de equipe.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo