Esportes

Vasco, CSA e Botafogo vencem pela 14ª rodada da Série B do Brasileiro

Cruzmaltino venceu o Guarani, Azulão bateu o Vitória e o Glorioso levou a melhor diante do Confiança. Outros jogos do dia terminaram empatados.

Cinco jogos movimentaram a 14ª rodada da Série B neste sábado (24). Jogando fora de casa, o Botafogo bateu o Confiança por 1 a 0. Enquanto atuando como mandantes, CSA e Vasco também triunfaram diante de Vitória e Guarani, respectivamente. Os outros dois jogos do dia terminaram com uma igualdade no marcador. Confira os detalhes:

Confiança 0 x 1 Botafogo
O equilíbrio marcou o primeiro tempo do duelo no Batistão. Com o mesmo número de finalizações, as equipes criaram boas chances para abrir o placar. Warley, Marco Antônio e Diego Gonçalves assustaram para o Glorioso. Enquanto Madison, Serginho e Daniel Penha tentaram para o time da casa. Mas o jogo parecia se encaminhar para o intervalo com o placar zerado. Até que, aos 45, Romildo aproveitou uma sobra na entrada da área e soltou o pé para colocar o Botafogo em vantagem. No segundo tempo, o Confiança foi atrás do empate principalmente com Daniel Penha e Tiago Reis. Já aos 33, a equipe carioca passou a jogar com um a menos, após expulsão de Warley. Tentando fazer valer a vantagem numérica, o Dragão pressionou no ataque, mas não conseguiu evitar a derrota.

O triunfo foi o primeiro do Botafogo fora de casa na Série B, o Glorioso chegou aos 16 pontos, aparece na 12ª colocação e ainda tem um jogo a menos disputado. Enquanto o Confiança é o lanterna, com dez pontos.

Vila Nova 0 x 0 Cruzeiro
Foi um primeiro tempo bem disputado em Goiânia, mas com pouca efetividade no ataque. Henan, aos 13, tentou para o Vila Nova, mas parou no goleiro cruzeirense. Enquanto, aos 20, os visitantes responderam em uma bomba de Thiago. No minuto seguinte, mais uma tentativa colorada, dessa vez com Alan Grafite e novamente Fábio fez a defesa. Ainda no ataque, o time da casa assustou em finalização de Arthur Rezende. Do outro lado, Rafael Sóbis e Rômulo quase marcaram o primeiro da Raposa. E, já aos 41 minutos, Renan Mota teve uma última oportunidade para o Tigre antes do intervalo, mas mandou para fora. Na etapa complementar, o duelo perdeu intensidade e só voltou a acelerar, depois dos 30 minutos, quando o Cruzeiro passou a pressionar no ataque. A equipe mineira teve chances de marcar com Thiago e Bissoli, mas o 0 a 0 seguiu no marcador até o apito final.

Com o empate, o Vila Nova chegou aos 15 pontos e aparece na 14ª posição. Já o Cruzeiro é o 18º colocado, com 12 pontos.

Náutico 1 x 1 Brusque
Nos Aflitos, o Brusque até ensaiou uma pressão nos primeiros minutos do jogo e chegou a levar perigo em duas finalizações de Garcez. Mas foi mesmo o time da casa que abriu a contagem, aos 15 minutos, com Kieza, após bela assistência de Vinícius. Ainda na etapa inicial, o Náutico teve chances de ampliar com Bryan e Paiva, mas Zé Carlos salvou os visitantes nas duas tentativas. No segundo tempo, o Quadricolor voltou aparecer no ataque e deixou tudo igual, aos 19 minutos, com Éverton Alemão, que aproveitou cruzamento de Airton e completou para o fundo das redes. Depois do empate, o jogo perdeu intensidade e o marcador seguiu inalterado.

Com o resultado, o Timbu segue na liderança, agora com 30 pontos. Enquanto o Brusque tem 20 e aparece na oitava posição, com um jogo a menos disputado na competição.

CSA 2 x 1 Vitória
As equipes fizeram um primeiro tempo bem movimentado no Rei Pelé. Enquanto Bruno Mota teve chances para o CSA, Eduardo e Mateus obrigaram responderam para o Rubro-Negro. No entanto, placar seguiu zerado até o intervalo. Já na etapa complementar, cada criou uma oportunidade antes dos 15 minutos. Dudu Beberibe assustou para o time da casa e Cedric arriscou para o Vitória. Na sequência, o Azulão chegou de novo, dessa vez com Renato Cajá. Até que, aos 28, Gabriel recebeu ótimo lançamento de Ernandes e testou bonito para colocar o CSA na frente. Mas a vantagem alagoana durou um pouco mais de cinco minutos. Já que aos 34, Eduardo de pênalti deixou tudo igual para o Leão. O empate não desanimou o time da casa, que foi para cima em busca da vitória. E, aos 44, Lucão deu números finais ao duelo: 2 a 1.

A vitória deixa o CSA com 18 pontos e na décima posição, a equipe alagoana ainda tem um jogo a menos disputado. Já o Vitória é o 15º colocado, com 12 pontos.

Vasco 4 x 1 Guarani
O Guarani até teve a primeira chance do jogo, com Matheus Souza. Mas foi mesmo o time da casa, que largou na frente. Aos oito minutos, Léo Jabá aproveitou um vacilo da defesa adversária e acionou Bruno Gomes, o camisa 23 fez o desvio providencial deixando Marquinhos Gabriel livre para balançar as redes em São Januário. Tentando o empate, o Bugre teve chances com Régis e Rodrigo Andrade. Só que mais uma vez, foi o Cruzmaltino que encontrou o caminho do gol em cobrança de pênalti de Cano, aos 28 minutos. Já na etapa complementar, o Vasco fez o terceiro depois que Jabá colocou a bola na área e Bruno Silva, na tentativa de afastar o perigo, mandou contra a própria meta. Correndo atrás do placar, o Guarani descontou com Lucão do Break, aos 36, após cobrança de escanteio. Mas aos 41, Léo Jabá frustrou qualquer tentativa de reação dos visitantes e fechou a conta para a equipe carioca: 4 a 1.

A goleada no Rio de Janeiro deixa o Vasco na quinta posição, com 22 pontos. Já o Guarani é o quarto colocado, com 23.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo