News

Salão Jovem Arte apresenta programa educativo dedicado à rede de ensino em MT

As atividades do programa educativo (oficinas e bate-papos) serão realizadas durante o período de exposição, que ocorre entre 6 de outubro e 10 de dezembro.

O 26° Salão Jovem entra em cartaz dia 6 de outubro. Com ele, um programa educativo inédito dedicado a mestres e professores da rede de ensino em Mato Grosso. Intitulado “Modos de Ver”, o objetivo é formar novas plateias para as artes visuais.  

“É a primeira vez que um programa educativo acompanha uma edição do Salão Jovem Arte. Nossa ideia é facilitar o acesso, em todos os sentidos, e os professores são fundamentais para disseminar a arte. O Programa Educativo do 26° Salão Jovem Arte foi concebido a partir dos olhares  dos arte-educadores Caio Ribeiro e Ruth Albernaz, que vão provocar curiosidade e estimular interpretações”, adianta Luiz Marchetti, coordenador da exposição.

A metodologia adotada é a de formação teórica e mediação da prática, reunindo professores para prepará-los para o ensino de arte para alunos do ensino médio. O programa inclui ainda um material de apoio físico e digital com textos de artistas convidadas.

As atividades do Programa Educativo (oficinas e bate-papos) ocorrerão durante o período de exposição e, por causa das medidas de prevenção à covid-19, serão realizadas por lives, transmitidas nas redes sociais.

O Salão Jovem Arte é a mais importante vitrine de artes visuais de Mato Grosso. Todas as informações estão disponíveis no site oficial do evento, que marca o tema desta edição “Despertar Discos Imaginais”.  O edital de participação, com o regulamento anexo, está na aba “Participe”. Inscrições abertas até dia 8 de agosto.

26° Salão Jovem Arte

Serão selecionados para exposição híbrida do 26° Salão Jovem Arte 64 artistas de dez categorias das artes visuais: pintura, desenho, ilustração, escultura/objeto tridimensional, fotografia, videoarte, grafite/muralismo, gravura, instalação e performance (a serem descritas em edital). Podem participar artistas residentes em Mato Grosso há pelo menos dois anos, cujas obras sejam inéditas ou tenham sido expostas apenas uma vez.

As obras selecionadas serão expostas em três espaços físicos em Cuiabá – a Galeria Lava Pés, Museu de Artes e Cultura Popular (MACP-UFMT) e o Sesc Arsenal – além da possibilidade de visitação virtual. O período de exposição será entre 06 de outubro a 10 de dezembro deste ano.

As obras selecionadas concorrerão a 18 prêmios em dinheiro, com valores de R$ 2 mil a R$ 6 mil em cada categoria e há ainda dois prêmios aquisitivos de R$ 8 mil.

“Das mais cultuadas em Mato Grosso, as artes visuais se fortalecem com a nova edição de um dos mais tradicionais e longevos eventos de nossa cultura. A retomada do Salão Jovem Arte permite a consagração de nossos artistas e a revelação de novos talentos. Além disso, estimula a formação de público e garante momentos de lazer para os mato-grossenses”, celebra Beto Dois a Um, titular da Secel.

O tema desta edição é “Despertar Discos Imaginais”, que dialoga com o conceito da Biologia acerca da potência de transmutação na natureza. Ressignificar teorias das Ciências Biológicas não é novo para as artes: a hibridação cultural será caminho desta edição do Salão Jovem Arte, a fim de expandir as categorias.

Informações estão disponíveis no site www.discosimaginais.com ou em @salaojovemarte no Facebook e no Instagram.

Fonte: Governo do Mato Grosso


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo