Esportes

Verstappen revela que fez uma corrida simulada de 24 horas para se certificar de que o corpo está pronto para a Hungria

Max Verstappen revelou que participou de uma corrida Esports de 24 horas para ver como ele reagiria ao ficar sentado em uma posição depois que sua batida no início do Grande Prêmio da Inglaterra deixou seu corpo “um pouco machucado” – e o líder do campeonato da Red Bull diz que está “absolutamente bem” para o Grande Prêmio da Hungria neste fim de semana.

Depois de fazer contato com a Mercedes de Lewis Hamilton, o impacto de Verstappen nas barreiras em Copse Corner mediu 51G de acordo com o chefe da equipe Christian Horner e o holandês foi levado ao hospital imediatamente após sua colisão para exames de rotina, mas foi liberado às 22h da mesma noite. Antes do GP da Hungria, ele participou do evento iRacing Spa 24 Horas de domingo, terminando em quinto lugar geral com sua equipe.

“Estou feliz por voltar à pista na Hungria este fim-de-semana, especialmente depois do resultado da última corrida,” disse ele na terça-feira. “Estou um pouco machucado claro, mas isso é normal depois de um impacto tão grande, mas estou treinando e me sentindo bem”.

“Fiz uma corrida simulada de 24 horas esta semana e foi um bom teste para ver como meu corpo reagiria ao passar o tempo sentado em uma posição e atrás de telas por um longo tempo, me senti absolutamente bem, o que me faz sentir positivo indo para o fim de semana . Estou definitivamente pronto para ir de novo!”.

O holandês também se distanciou da onda de comentários mal-humorados nas redes sociais e da disputa entre seu chefe Horner e o chefe da equipe da Mercedes, Toto Wolff, com a Red Bull também apresentando uma ‘petição de revisão’ na terça-feira, enquanto buscam desafiar a leniência percebida da penalidade de 10s de Lewis Hamilton em Silverstone.

Ele disse: “Não tenho muito a dizer sobre todo o hype da mídia e, para ser honesto, não estou interessado em me envolver em nada disso”.

“Eu sei o que aconteceu em Silverstone enquanto eu estava no carro e, obviamente, sinto uma certa maneira sobre como minha corrida terminou, mas agora estou apenas me concentrando em ter certeza de que somos o melhor que podemos estar na pista para que possamos estar à frente no Campeonato”.

“A equipe pode cuidar do lado oficial das coisas e de qualquer coisa que precise ser cuidada após a batida, mas meu trabalho é o mesmo de sempre – ser o melhor que puder e tentar vencer no domingo. Gosto da Hungria como pista e espero que haja um pouco menos de ação no caminho para o grid, já que a mecânica fez algum tipo de milagre para tirar meu carro para a corrida do ano passado!” Ele concluiu, referindo-se ao acidente em Hungaroring na temporada passada, quando seus mecânicos conseguiram consertar seu RB16 faltando apenas alguns segundos para o início da corrida.

Verstappen está oito pontos à frente de Hamilton e está de olho na primeira vitória do Grande Prêmio da Hungria, depois de terminar em segundo nas duas últimas visitas à pista.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo