News

Naftali Bennett: O Irã cometeu um grave erro, sabemos como transmitir a mensagem

“Esperamos que o sistema internacional deixe claro para o Irã que eles cometeram um grave erro. Em qualquer caso, sabemos como transmitir a mensagem.”

O primeiro-ministro israelense Naftali Bennett dirigiu uma mensagem ao Irã após o ataque ao navio “Mercer Street”.

“Nos últimos dias, o mundo recebeu mais um lembrete da agressão iraniana, desta vez no mar. Os iranianos, que atacaram o navio Mercer Street com aeronaves não tripuladas, visavam atingir um alvo israelense. Em vez disso, seu ato de pirata resultou na morte de cidadão britânico e cidadão romeno.

“Envio daqui as nossas condolências à Grã-Bretanha e à Roménia e, claro, às famílias das vítimas.

“Acabo de ouvir que o Irã, de forma covarde, está tentando fugir de sua responsabilidade pelo incidente, eles negam. Portanto, afirmo aqui com toda a certeza: o Irã é quem executou o ataque contra o navio.

“A intimidação do Irã é perigosa não apenas para Israel, mas também prejudica os interesses globais, a liberdade de navegação e o comércio internacional.

“A evidência da inteligência para isso existe e esperamos que o sistema internacional deixe claro para o regime iraniano que eles cometeram um grave erro.

“Em qualquer caso, sabemos como transmitir a mensagem ao Irã à nossa maneira.”

Fonte: https://www.israelnationalnews.com


Ver também:

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Como estabelecer metas de estudos.

 A educação de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar.


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo