News

Paraná: Incentivo do Proesporte abre oportunidade para modalidades emergentes

O time de futebol americano Coritiba Crocodiles foi contemplado em 2019 pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte. No ano passado, mesmo com o calendário de jogos suspensos, os recursos foram importantes para manutenção da equipe.

O octacampeão paranaense de futebol americano marcou um touchdown fora de campo. Em 2019, o Coritiba Crocodiles foi contemplado pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte – Proesporte. 

Pela primeira vez, a equipe de futebol americano participou do programa no edital de 2019 com o projeto “Vai Croco”. Foi contemplada com R$ 149.858,94, tendo a empresa de telefonia TIM Brasil como incentivadora.

O presidente do Coritiba Crocodiles, Adan Rodriguez, conta que souberam do edital por meio de um dos diretores do time e decidiram participar. Com recursos da lei de incentivo, a equipe conseguiu viabilizar custos, como a locação do campo de treinamento e jogos, material esportivo, uniforme do time adulto e sub-21 e taxas de inscrições para jogos. 

Em meio à pandemia, esse recurso foi importante para manutenção do time de futebol americano. Para o presidente, o Proesporte foi um reforço e uma forma dos trabalhos continuarem.

Em 2020, o calendário de jogos foi suspenso. No entanto, em anos com competição, a equipe adulta disputa o Campeonato Paranaense, Taça Brasil e o Campeonato Brasileiro de Futebol Americano (CBFA). O Crocodiles é octacampeão paranaense – sendo sete vitórias consecutivas – e bicampeão nacional.

O time tem cerca de 80 atletas na equipe principal. Já na equipe sub-21 são cerca de 60 atletas e a escolinha atende 50 crianças. Atualmente, os atletas estão treinando individualmente por conta da pandemia.

A empresa apoiadora da equipe é a TIM. O gerente de Marketing, Carlos Abilhoa, explica que a empresa investe em projetos que possam potencializar e transformar a vida das pessoas, como é o caso do esporte e do Proesporte.

“Os preceitos que envolvem o esporte refletem, em diversos aspectos, os valores da nossa marca: coragem, respeito e liberdade. E a iniciativa de apoiar equipes e atletas de diversas modalidades e categorias reafirma a estratégia de valorizar o esporte no País, que atualmente é um importante instrumento de inclusão social”, enfatiza Abilhoa.

Em relação à escolha pelo futebol americano, Abilhoa destaca que a empresa entende que manter patrocínios como esses, especialmente de modalidades ainda com pouca visibilidade, como é o caso do futebol americano, contribui especialmente nesse momento de pandemia.

Vários setores, inclusive o esporte, precisam de apoio para continuar suas ações, manter seus atletas e, principalmente, levar entretenimento para seus torcedores.

“Parcerias como a feita com o Coritiba Crocodiles, que é um time referência no País, nos permite imaginar inúmeras possibilidades e, inclusive, que tenham cada vez mais destaque e visibilidade para que outras empresas também se sintam motivadas a investir em uma área que pode definitivamente transformar a vida de jovens atletas”, destaca.

OPORTUNIDADES – O atleta Delmer Zoschke começou jogar futebol americano há mais de dez anos e sempre vestiu a camisa do Coritiba Crocodiles. Foi com o time curitibano que Zoschke pôde defender a Seleção Brasileira.

Em 2015, ele participou da Copa do Mundo de Futebol Americano na cidade de Canton, nos Estados Unidos. Zoschke afirma que o futebol americano e a oportunidade com a camisa canarinho fizeram diferença na sua vida.

“Muitos atletas brasileiros que participaram da Copa do Mundo tiveram diversas oportunidades por causa do futebol americano”, destaca.

Atualmente, o atleta é vice-presidente do time, capitão de defesa da equipe adulta (Defensive End) e coordenador defensivo da equipe sub-21. Mais que um esporte, o futebol americano tornou-se uma profissão.

PROGRAMA – O Proesporte está com seu terceiro edital. O Governo do Estado vem trabalhando para a publicação do 4º edital de chamamento de projetos ainda nesse segundo semestre de 2021. O programa recebe recursos de incentivo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O primeiro edital, para o qual foi destinado o montante de R$ 2 milhões (lançado no ano de 2018), teve 16 projetos executados. No segundo, lançado em 2019, foram R$ 8 milhões e selecionados 72 projetos, sendo que muitos já iniciaram a sua execução.

Para o terceiro edital foram inscritos 457 projetos – 361 seguem no processo seletivo, para o qual estão disponíveis R$ 9 milhões para captação.

O Governo do Paraná já tem recursos para os anos de 2022 e 2023, o que assegura a abertura de novos editais de chamamento de projetos esportivos para proponentes que sejam pessoa física, pessoa jurídica de direito público, de direito privado, organizações não governamentais (OSCIP e OS) e que queiram colocar em prática as suas iniciativas com recursos incentivados.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo