Esportes

Aston Martin inicia procedimento de apelação contra a desqualificação de Vettel na Hungria

A Aston Martin decidiu prosseguir com seu apelo contra a desqualificação de Sebastian Vettel do segundo lugar no Grande Prêmio da Hungria.

Além disso, o time também solicitou um ‘direito de revisão’ , um processo ligeiramente diferente que também buscará reverter a decisão.

O tetracampeão mundial parou na pista depois de cruzar a linha atrás do vencedor Esteban Ocon e quando o carro voltou aos boxes, a FIA não conseguiu extrair a amostra necessária de 1,0 litro de combustível.

Como resultado, os comissários desqualificaram Vettel do segundo lugar com a Aston Martin, confirmando imediatamente sua intenção de apelar . Isso deu a eles 96 horas para decidir se iriam adiante.

Na noite de quinta-feira, a equipe divulgou um comunicado dizendo que seus dados mostravam que havia combustível suficiente no carro enquanto eles “descobriam novas evidências significativas” relevantes para a penalidade e, portanto, continuariam com o recurso.

“Após a corrida de Sebastian Vettel para o segundo lugar no Grande Prêmio da Hungria no domingo, 1º de agosto, ele foi desqualificado dos resultados quando uma amostra de 1,0 litro de combustível não foi capaz de ser retirada de seu carro após a corrida (um requisito conforme estabelecido no Regulamento Técnico da Fórmula Um da FIA) ”, disse a equipe.

“Não houve e não há nenhuma sugestão de que o carro Aston Martin Cognizant Fórmula Um AMR21 de Vettel se beneficiou de uma vantagem de desempenho da suposta violação regulatória, ou que foi deliberado”.

“Como os dados da equipe indicavam que havia mais de 1,0 litro de combustível no carro após a corrida, 1,74 litros de acordo com os dados, a equipe imediatamente se reservou o direito de apelar e solicitou o direito de revisão junto com o procedimento de apelação, como resultado de ter descoberto novas evidências significativas relevantes para a sanção, que não estavam disponíveis para ela no momento da decisão dos administradores da FIA”.

A questão será agora apresentada aos comissários do Grande Prêmio da Hungria.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo