Pets

Quais são os tipos de alergia mais comuns em cães?

Você sabia que os cães podem manifestar alergias? Assim como as pessoas, os cachorros também
podem sentir coceiras e ter manchas vermelhas na pele, que podem ser causadas por diversas razões —
que vão desde picadas até alimentação.

Esse problema pode ser definido como uma reação intensificada do organismo do cachorro por alguma
substância, mais conhecida como alérgeno. Vale ressaltar, que cada animal reage de uma forma quando a
alergia é desencadeada e, por isso, cada um terá um efeito diferente do outro.

A reação e os sintomas da alergia em cães vão depender exclusivamente de como o sistema imunológico
do seu pet vai receber e interpretar a presença dessa substância em seu organismo. Nos casos em que
ele entende que essa substância é um invasor, será desencadeada uma reação alérgica.

Quais são as principais causas e tratamentos da alergia em cães?

Como já falamos, as reações provocadas pela alergia em cães vão depender do retorno imunológico de
cada um. Desta forma, alguns cachorros podem também apresentar alergia aos componentes de alguns
medicamentos, enquanto outros conseguem absorvê-los sem que haja nenhum problema.

Segundo os veterinários, alguns tipos de alergia em cães são bastante comuns, entre elas podemos
destacar:

Alergia alimentar

A alergia em cães pode ser desencadeada devido a alguns componentes presentes na ração, sendo que
os principais alérgenos alimentares estão nas proteínas de origem animal, como a carne de boi ou de
frango.

Os sintomas desse tipo de alergia em cães são bastante parecidos com os outros tipos, sendo que essa
possui uma reação a mais:

● Coceira;
● Manchas avermelhadas na pele;
● Lesões bacterianas;
● Diarreia crônica.

O tratamento após o diagnóstico vai depender de uma mudança na dieta do cachorro. Hoje, no mercado,
podemos encontrar diversas rações medicamentosas hipoalergênicas fabricadas com proteínas feitas de
soja ou de cordeiro. Contudo, o ideal é sempre conversar com o veterinário para encontrar a melhor
maneira de garantir a dieta mais adequada para seu pet.

Alergia atópica

A alergia atópica não possui uma causa bem definida, sendo caracterizada por uma reação alérgica
liberada por substâncias presentes no meio ambiente, como ácaros, pólen, bolores, poeira, entre outros.
Embora não se saiba quem são os responsáveis por causar esse tipo de alergia em cães, especialistas
acreditam que a principal razão dela ser desencadeada é a genética.

Os principais sintomas da alergia atópicas são:

● Coceira;
● Lambedura excessiva em partes do corpo como patas e abdômen;
● Evolução do quadro para lesões bacterianas ou fúngicas;
● Otites recorrentes.

Geralmente, o diagnóstico desse problema é feito por exclusão dos outros tipos de dermatite alérgica.
Infelizmente a alergia atópica não possui cura, mas pode ser prevenida com cuidados simples como
limpeza do ambiente e dos acessórios do pet, assim como a utilização dos fármacos anti-histamínicos. O
tratamento deve ser sempre prescrito pelo veterinário.

Dermatite alérgica por picada de pulga (DAPP)

O desencadeamento desse tipo de dermatite acontece quando o cão possui uma hipersensibilidade em
seu organismo a saliva da pulga, causando assim coceiras extremas. Entre os sintomas causados por
esse pequeno parasita estão:

● Coceira na região lombar e abdominal;
● Queda de pelo localizada;
● Lesões bacterianas secundárias;
● Descamação nos locais afetados;
● Presença de ectoparasitas.

Assim como todos os outros tipos de alergia, para um diagnóstico preciso é imprescindível que seja feito
um exame clínico, para entender e identificar o problema. Já o seu tratamento envolve o uso de
antipulgas, para mantê-los bem longe do seu companheiro e a limpeza total do ambiente para prevenção e
evitar uma nova infestação.

RELEASE – WSI

Print Friendly, PDF & Email

Luiz Gustavo Chrispino

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo