News

SE: Alunos da rede estadual comemoram retorno das aulas presenciais

Logo na chegada, os Jovens Protagonistas conversaram com os alunos e falaram sobre os protocolos de segurança que todos devem seguir para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Após meses em casa estudando por aulas remotas, os alunos da rede estadual de ensino tiveram nesta terça-feira, 17, a concretização de um dia tão esperado por eles. As escolas da rede voltaram a ofertar as aulas presenciais, após autorização do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais do Governo de Sergipe. Em Aracaju, no Centro de Excelência Governador Djenal Tavares de Queiroz, os estudantes tiveram um acolhimento da equipe diretiva. Logo na chegada, os Jovens Protagonistas conversaram com os alunos e falaram sobre os protocolos de segurança que todos devem seguir para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

O secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, esteve na unidade de ensino para acompanhar de perto o retorno das aulas presenciais e conversar com alunos, professores e equipe gestora. Ele explicou que o período de pandemia ensinou a todos a importância da escola e do convívio social, e fez elogios ao colégio, que se mostrou preparado para receber os alunos.

“O Djenal é um exemplo para a nossa rede. A adesão dos estudantes foi surpreendente, e isso mostra que todos estavam ansiosos pelo retorno. Além disso, os Jovens Protagonistas têm dado um exemplo tocante de cidadania, orientando a comunidade quanto aos procedimentos de distanciamento social, precauções e práticas do protocolo de segurança sanitária. Tenho certeza de que este momento de alegria se estenderá a todas as escolas da nossa rede estadual e das redes municipais, fazendo a escola pública voltar forte e desejosa de suprir as lacunas que foram acumuladas nesse período tão difícil para todos nós”, disse.

O diretor César Henrique Pita Estrelado destacou que a retomada das aulas é fortalecida pela conduta dos estudantes e dos pais. “Isso aumenta a responsabilidade da escola e também a nossa forma de comunicação com os alunos, para que coloquem em prática os cuidados necessários com a segurança sanitária. A adesão das famílias e dos estudantes superou a nossa expectativa, e nesse reencontro com colegas e professores, temos conversado com eles sobre a questão de evitar abraços, aperto de mãos, entre outros comportamentos que agora não podem existir”, afirmou.

A gestora da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA), professora Gilvânia Guimarães, também se mostrou satisfeita com a retomada. “É uma grande alegria ver a escola viva, com os alunos. Parabenizo a equipe gestora e a todos os professores pelo comprometimento e responsabilidade social. A decisão do retorno é muito importante. Eu desejo a todos uma feliz retomada de aulas presenciais e que os alunos façam uma trajetória de sucesso”, declarou.

Alunos comemoram

Os estudantes que estiveram neste primeiro dia de aulas presenciais no Centro de Excelência Governador Djenal Tavares de Queiroz não esconderam a emoção e satisfação em poderem retomar o convívio social e estudar presencialmente. Foi o caso de Anny Tayná Sousa Santos, do 2º ano, que disse ter tido dificuldades com as aulas online, e que na modalidade presencial conseguirá prestar mais atenção às aulas. Já Laís Gabriely Lima Santos, do 1º ano, afirmou que esse era um momento bastante esperado por todos. “Acho que agora vai ser muito bom, pois vamos poder nos concentrar mais nas aulas, e a qualidade do ensino vai ser melhor do que nas aulas remotas”, disse.

O jovem Adryan Rangel da Silva Santos, do 2º ano, ressaltou que agora os alunos terão mais acesso aos conhecimentos. “Nas aulas presenciais a gente vai poder tirar dúvidas com os professores. Além disso, é muito bom rever as nossas amizades, interagir com os colegas, sempre obedecendo ao distanciamento físico”, afirmou. Opinião semelhante teve o aluno Felipe Lucas Guerra de Santana, do 3º ano. “Por mais que o ensino remoto tenha nos ajudado para que não ficássemos estagnados, creio que as aulas presenciais são essenciais. O contato com os colegas e com os professores, essa nova rotina, isso alimenta a nossa saúde mental e emocional. O retorno às aulas presenciais é um avanço, e acredito que com cautela e prudência poderemos permanecer nesse formato”, declarou.

Os alunos Jovens Protagonistas do ensino médio em tempo integral fizeram um importante trabalho de acolhimento nesse primeiro dia. “Os Jovens Protagonistas ficaram encarregados de acolher os alunos, tentar introduzi-los no ambiente escolar da melhor forma, deixá-los o mais confortáveis possível, seguindo todas as medidas de segurança”, explicou a aluna Bruna Colombo Mendes.

Cecinha Melo

O secretário esteve também, nesta manhã de terça-feira, 17, na Escola Estadual Professora Cecinha Melo Costa, em Nossa Senhora do Socorro, unidade da rede que oferta o ensino fundamental. A escola está toda preparada, tendo adquirido os insumos necessários para cumprir os protocolos de biossegurança, como álcool em gel, tapetes sanitizantes, termômetros, entre outros.

 A diretora Cândida Emília Amparo Albuquerque Santos recebeu o professor Josué Modesto e disse que a retomada das aulas presenciais é um momento de felicidade para todos. “Isso traz um novo respiro. A gente sabe que os pais não são professores. Eles estão fazendo o melhor que podem em casa, mas precisam da nossa ajuda. Vejo nesse retorno um momento de esperança. Estamos vendo hoje a alegria das crianças em terem voltado para a escola”, disse.

Maria Suani Batista, mãe de um aluno do 4º ano, também comemorou esse momento. “Achei muito bom, porque ele vai aprender muito mais agora e vai se desenvolver nos estudos”, afirmou. Quem também se mostrou satisfeita foi Fabíola Maria dos Santos, mãe de dois alunos. “Tem coisas que eu não sei ensinar aos meus filhos em casa, então eles estando na escola, vão melhorar bastante nos estudos, porque os professores os tratam muito bem e ensinam melhor”, disse. O pequeno Gustavo Gabriel Sales Oliveira, do 4º ano, era só alegria no primeiro dia de aula presencial. “Eu estou tomando todos os cuidados, uso máscara o tempo todo, lavo as mãos e uso álcool em gel. Estou achando maravilhoso voltar para a escola”, afirmou.

Retomada

A retomada das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino foi autorizada em 1º de julho pelo Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE) do Governo de Sergipe, para todas as séries e anos da Educação Fundamental e Ensino Médio. O retorno continua de forma parcial e segura, com a anuência dos pais e responsáveis, e oferece aos alunos a opção pelo ensino presencial, remoto ou ambos (híbrido), sendo garantida, para os que assim optarem, a permanência na modalidade integralmente remota. Em todos os casos, o retorno às atividades educacionais presenciais deve respeitar o cumprimento dos protocolos sanitários, e a limitação da capacidade de alunos por sala obedecerá ao espaçamento mínimo entre carteiras de 1,5m. Permanecem autorizadas, sem limitação de capacidade operacional, as atividades administrativas de apoio.

As aulas remotas devem permanecer diariamente, e as aulas presenciais ocorrerão em sistema de rodízio semanal. Para isso, os estudantes serão distribuídos em grupos, que farão revezamento com aulas presenciais e remotas.

Para continuar auxiliando no ensino híbrido, o Governo de Sergipe colocou em prática um elenco de ações, como a priorização da vacinação, a continuidade da TV Estude em Casa, o programa Educação Mais Conectada e de Internet Patrocinada, disponibilizou verbas diretamente creditadas nos cofres públicos das escolas e melhorou a infraestrutura escolar para garantir mais segurança e acolhimento no retorno das aulas.

Sergipe é o estado mais seguro

As medidas adotadas pelo Governo de Sergipe para garantir segurança a alunos, professores e funcionários no retorno das aulas presenciais são consideradas as melhores do país, de acordo com um grupo de pesquisadores da Rede de Pesquisa Solidária, que monitora as políticas de enfrentamento à pandemia. Sergipe e Ceará estão empatados com 77 pontos, num índice de 0 a 100. Quanto maior a nota, mais próximas as políticas públicas estão das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de autoridades sanitárias dos EUA e da Europa. A pesquisa foi publicada pela Folha de São Paulo no dia 11 de julho.

O Estado de Sergipe foi apontado como o que tem rigoroso protocolo de segurança e injeta nos cofres das escolas recursos financeiros próprios, além de eficientes manuais, planos, portarias e comunicação oficial. Foram analisadas políticas divulgadas pelos governos até o dia 21 de junho de 2021.

Fonte: Governo de Sergipe


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo