Esportes

Pierre Gasly volta ao GP que mudou sua vida pra sempre

Demissão e tragédia na Bélgica empurraram francês ao topo.

Não há hoje no paddock na Fórmula 1 quem não rasgue elogios pro Pierre Gasly. Mas, não muito tempo atrás, o francês da Scuderia AlphaTauri ficou com a carreira por um fio. E o ponto de mudança foi no GP da Bélgica, palco pra onde Pierre volta neste fim de semana em uma condição completamente diferente da que tinha em 2019.O francês chegou na F1 sob forte expectativa: um cara muitíssimo bom nas categorias de base e, depois de apenas uma temporada completa, foi promovido da Scuderia Toro Rosso para a Red Bull Racing. Mas a melhor chance da vida se tornaria rapidamente no maior calvário da carreira.O francês sofreu acidentes já na pré-temporada e andou muito longe do companheiro, Max Verstappen. Em um carro projetado pro estilo do holandês, Pierre Gasly tentou se ajustar na marra. Sem sucesso. Um acidente na Alemanha foi a gota d’água e, quando a F1 entrou de férias, o francês foi mandado de volta à Scuderia Toro Rosso, substituído por Alexander Albon.

GP da Hungria: Pierre Gasly
GP da Hungria: Pierre Gasly© Getty Images/Red Bull Content Pool

Foi na hora mais difícil da carreira que Pierre recebeu o apoio de Anthoine Hubert, jovem talento da França que se destacava na F2 e sonhava com uma vaga na F1. Mais do que isso: era o melhor amigo do Gasly desde que os dois eram crianças e corriam de kart.“Quando a notícia [a saída da Red Bull Racing] veio à tona, recebi uma mensagem de Anthoine. ‘Prove que eles estão errados. Seja forte, irmão’. E minha tristeza se transformou em paixão. Sabia que havia nove corridas restantes no calendário. Nove vezes para mostrar que eles cometeram um erro”, relatou Pierre Gasly em emocionante texto escrito pro site “The Players’ Tribune”.Mas o apoio de Hubert durou poucas semanas. No sábado do GP da Bélgica, que marcaria a reestreia de Gasly pela Toro Rosso, Anthoine sofreu um acidente violentíssimo e morreu. Pierre foi para a corrida no dia seguinte em meio a um turbilhão de emoções: sem a vaga dos sonhos e sem o melhor amigo. Tinha tudo pra virar uma bola de neve e levar o francês pro buraco. Mas Gasly transformou em uma força descomunal pra se revelar no grande piloto que é hoje.Senhor regularidadeCom um carro de meio de grid, pontuou em oito das 11 primeiras corridas da temporada e está em oitavo.Os pódiosGasly tem uma vitória, no GP da Itália de 2020. Tem ainda outros dois pódios: Brasil-2019 e Azerbaijão-2021.3/3

GP da Espanha: Pierre Gasly
GP da Espanha: Pierre Gasly© Getty Images / Red Bull Content Pool

Desde então, simplesmente não houve um momento em que Pierre pudesse ter sua técnica contestada. Foi nono colocado na Bélgica em uma atuação espetacular, que seria repetida na Itália, em Singapura, no Japão e no show que deu no GP do Brasil.Com direito a segurar Lewis Hamilton na linha de chegada, Gasly mostrava ao mundo o talento que é e como gosta de momentos grandes, fazendo o primeiro pódio da vida. Isso se repetiu em 2020, com uma vitória épica em Monza, a primeira da Scuderia AlphaTauri, e em 2021, com um pódio no GP do Azerbaijão. Se tem alguém no grid que definitivamente pode gerar surpresas com um carro de meio do pelotão, esse alguém é Pierre Gasly.E é assim, com vitória e pódios na carreira, que o francês do carro #10 reencontra Spa-Francorchamps, a pista que mudou sua vida na Fórmula 1. De um fim de semana que começou melancólico e se transformou em trágico, Gasly tirou uma força que o vai acompanhar até o fim de sua carreira.

GP do Azerbaijão 2021: Pierre Gasly
GP do Azerbaijão 2021: Pierre Gasly© Getty Images/Red Bull Content Pool

E até onde pode ir sua carreira? Só o tempo vai dizer, mas hoje Pierre Gasly está, certamente, na lista daqueles que pode ser campeões mundiais no futuro.

FRed Bull Content Pool


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo