Esportes

Rodolpho Riskalla é prata no hipismo adestramento na Paralimpíada

É o melhor resultado do país após 4 bronzes em Londres 2012 e Rio 2016.

O paulista Rodolpho Riskalla conquistou na manhã desta quinta-feira (26) medalha de prata no hipismo adestramento na Paralimpíada de Tóquio. Na prova do grau IV (categoria que reúne atletas com comprometimento leve em um ou dois membros e também aqueles com deficiência visual moderada). Este é o melhor resultado do Brasil em todas as participações na modalidade. 

Montando o cavalo Don Henrico, Riskalla, de 37 anos, se apresentou ao som de Aquarela do Brasil (Ary Barroso) e Halo (Beyoncé). O entrosamento resultou no segundo melhor aproveitamento da competição, garantindo a pontuação de 74,659. 

Quem ficou com a medalha de ouro foi a atual campeã mundial europeia Sanne Voets, da Holanda. Ela montou Demantur e totalizou 76.585. Já o belga Manon Claeys levou o bronze montando San Dior 2, finalizando com 72.853.

Com a prata de Riskalla, o Brasil chegou à quinta medalha no adestramento em Paralimpíadas. O país já havia conquistado outros quatro bronzes com os cavaleiros Marcos Fernandes Alves (dois nos Jogos de Pequim 2008) e Sergio Froes Oliva (dois na Rio 2016).

F


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo