News

Breve resumo sobre o Aedes aegypti

O mosquito Aedes aegypti, vetor também da febre amarela, da febre chikungunya e da febre Zika, é o principal transmissor da dengue no mundo. É um inseto cosmopolita, encontrado principalmente em locais de grande concentração humana. Vive dentro das casas, alimentando-se da seiva das plantas.

Somente a fêmea transmite a doença, quando pica o homem em busca de sangue para amadurecer os ovos. Ela ataca de forma furtiva durante o dia, principalmente ao amanhecer e no final da tarde. Quando sente algum movimento, afasta-se e depois volta a picar.

Em média, cada Ae. aegypti vive em torno de 30 dias e a fêmea chega a colocar entre 150 e 200 ovos de cada vez. Uma vez com o vírus da dengue, torna-se um vetor permanente da doença e pode também transmitir o vírus para os ovos, fazendo com que novos mosquitos possam nascer já infectados.

Os ovos não são postos na água, e sim milímetros acima de sua superfície, principalmente em recipientes artificiais. Quando chove, o nível da água sobe, entra em contato com os ovos, que eclodem em pouco mais de 30 minutos. Em um período que varia entre cinco e sete dias, a larva passa por quatro fases até dar origem a um novo mosquito.

O Ae. Aegypti geralmente não se utiliza de criadouros naturais. Esses encontros são raríssimos. Quando encontrado em bromélias, elas estão dentro das casas ou em jardins de condomínios.

Fonte: www.fiocruz.com.br

Print Friendly, PDF & Email

Danilo Sacramento

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo