Esportes

Gasly diz que a AlphaTauri está na “melhor forma possível”

Pierre Gasly soprou as teias de aranha das férias de verão de forma enfática na sexta-feira no Grande Prêmio da Bélgica, com o piloto francês passando o dia inteiro correndo entre os cinco primeiros.

Uma forte sessão de abertura de Gasly o viu levar o P3 no Treino Livre 1, atrás apenas da Mercedes de Valtteri Bottas e da Red Bull de Max Verstappen.

Gasly, então, ignorou qualquer decepção que pudesse ter sentido no anúncio da hora do almoço da Red Bull de que Sergio Perez continuaria a ser parceiro de Verstappen em 2022, com Gasly sendo o quinto mais rápido após as simulações de qualificação no TL2, coroando um belo dia para o piloto AlphaTauri em Spa -Francorchamps.

“Devo dizer que, voltando das férias de verão, não corremos de carro há algumas semanas, todos os mecânicos e engenheiros estiveram ausentes, então é bom reiniciar na melhor forma possível,” disse Gasly. “E foi exatamente isso que fizemos esta manhã com o terceiro tempo [mais rápido] e esta tarde com o quinto tempo mais rápido. Um começo muito positivo”.

“Sempre há alguma velocidade extra a ser encontrada e acho que sabemos em quais áreas nos concentrar”, acrescentou Gasly. “O tempo, vimos hoje, as condições da pista mudaram cinco ou seis vezes desde esta manhã, por isso amanhã pode estar molhado. Precisamos estar preparados para todos os tipos de condições, mas pelo menos a linha de base que temos parece funcionar, e estou feliz por voltar a dirigir e espero que possamos confirmar nosso bom ritmo amanhã”.

Enquanto Gasly estava em alta entre os cinco primeiros na sexta-feira, o companheiro de equipe Yuki Tsunoda não conseguiu quebrar o top 10, terminando o TL1 em 15º depois de um giro, enquanto ele melhorou para apenas 12º no TL2 a 0,793s do melhor tempo de Gasly.

“Primeira sessão, o giro – estou me acostumando, mas não foi uma coisa boa!” riu Tsunoda após a corrida de sexta-feira. “O meu principal objectivo esta semana foi a consistência e sem grandes erros, por isso, no momento, acho que está a correr bem, em termos de aumentar e aumentar o ritmo, sentir o carro para o fazer melhor”.

“Acho que, como equipe, o ritmo está lá. Se eu vejo o ritmo do Pierre, o carro está lá, então eu só preciso ajustar um pouco a última parte da qualificação, mas até lá é só tentar manter esse ritmo, continuar crescendo e veremos o que vai acontecer amanhã”.

“Tenho boas lembranças dos últimos dois anos aqui nas categorias juniores”, acrescentou Tsunoda, que no ano passado venceu a corrida especial de Fórmula 2 aqui da pole position, após uma penalidade para seu agora companheiro novato na F1, Nikita Mazepin. “E eu também sinto o mesmo em um carro de Fórmula 1, então vou apenas aproveitar, manter o foco e tentar estar no Q3”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo