News

Ministério do Meio Ambiente reuniu estados e entidades para fortalecer financiamento climático

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realizou na terça-feira dia 10/8/21 uma reunião com estados e entidades para coordenar ações em torno da Estratégia Nacional de Redd+, criada para mensurar, reportar e reconhecer esforços de conservação e recuperação da floresta nativa para viabilizar o recebimento de doações internacionais.

Estiveram presentes Eduardo Taveira e Mauren Lazzaretti representando os estados da região como dirigentes do Fórum de Secretários do Meio Ambiente da Amazônia Legal, bem como representantes de Rondônia, estado com assento na Comissão Nacional para REDD+ (CONAREDD), assim como entidades governamentais e da sociedade civil, como KFW, GiZ, Earth Innovation Institute e Conservation International.

Entre as pautas principais, destaca-se o empenho conjunto liderado pelo MMA para promover a elegibilidade de todos os estados para o recebimento de recursos internacionais por meio do mecanismo REDD+, ampliando as linhas de financiamento climático para a Amazônia. Hoje, apenas Acre e Mato Grosso são elegíveis para a captação desse tipo de recurso.

O instrumento econômico chamado de REDD+ foi desenvolvido no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês) e é objeto do Artigo 5 do Acordo de Paris, do qual o Brasil é parte. Nas reuniões internacionais conduzidas pelo ministro Joaquim Leite, avanços no Artigo 5 são sempre enfatizados para potencializar agenda de pagamento por serviços ambientais, capitaneada pelo Governo Federal por meio do programa Floresta+.

Acesse aqui o novo site do Floresta+ Amazônia: florestamaisamazonia.org.br

Fonte: www.mma.gov.br

Print Friendly, PDF & Email

Danilo Sacramento

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo