Esportes

Hamilton aclama a “épica” Zandvoort com o retorno da pista holandesa à F1

Lewis Hamilton e seus rivais de Fórmula 1 estavam agitados na sexta-feira quando o esporte voltou a Zandvoort para o primeiro Grande Prêmio da Holanda em 36 anos, embora a provável falta de possibilidades de ultrapassagem permaneça uma preocupação.

“Nossa, a pista é épica”, disse o sete vezes campeão mundial da Mercedes, que correu pela última vez no circuito à beira-mar em seus dias de Fórmula Três.

“É realmente fantástico. Trouxe de volta muitas memórias quando eu saí de lá. Eu sabia que era ótimo quando estava na Fórmula 3, mas é uma loucura em um carro de Fórmula 1″.

“É um verdadeiro circuito de corrida. Não acho que seremos capazes de ultrapassar aqui, porque são apenas curvas super-rápidas de alta força aerodinâmica que você provavelmente não conseguirá seguir, mas vamos torcer”.

Hamilton foi o mais rápido em uma truncada primeira sessão de treinos, com corrida limitada devido a um período de bandeira vermelha de 35 minutos, e seu carro quebrou no segundo momento, quando as duas Ferraris foram as mais rápidas.

Um máximo de 70.000 fãs foram permitidos a cada dia para o evento, com os organizadores dizendo que eles poderiam ter vendido um milhão de ingressos no frenesi para ver o Max Verstappen da Red Bull correndo em casa pela primeira vez.

Quase todos os fãs estavam usando as cores laranja ou produtos da Red Bull, criando uma atmosfera extraordinária para uma sexta-feira.

“Foi muito divertido ver todos em laranja se divertindo nas arquibancadas”, disse Verstappen. “É claro que a pista também é muito divertida de dirigir, com muitas curvas rápidas, por isso foi bom finalmente chegar lá.”

O piloto da Haas, Nikita Mazepin, que rodou na gravilha na segunda sessão, disse que sua primeira experiência na pista foi memorável.

“A primeira vez que passei a curva na última curva, experimentei algo muito diferente com meu corpo – foi bem legal. Uma nova sensação para mim, com certeza, na Fórmula 1”, disse o russo.

George Russell, da Williams, apontado como companheiro de equipe de Hamilton na Mercedes na próxima temporada, disse que esse era definitivamente o “favorito do piloto”.

“É muito ondulante e toda a inclinação é ótima para dirigir. É rápido, flui e você não pode colocar uma roda errada e é isso que todos nós queremos de uma pista de corrida”, disse o britânico.

Esteban Ocon, da Alpine, disse que o dia foi “mega divertido”, enquanto o companheiro de equipe espanhol Fernando Alonso destacou as curvas fechadas e a atmosfera da multidão.

Fonte: Reuters


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo