News

São Paulo lança Programa de Combate à Evasão Escolar na Rede Municipal

Iniciativa prevê ações para prevenir violência sexual contra crianças.

A prefeitura de São Paulo lançou o Programa de Combate à Evasão Escolar na Rede Municipal, para reforçar ações da Secretaria de Educação de enfrentamento ao problema em todos os estabelecimentos de ensino da capital.

O plano inclui a adesão ao programa de busca ativa desenvolvido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), por meio de uma plataforma na qual se concentrarão informações sobre o acompanhamento de crianças e adolescentes que correm risco de ficar fora das escolas.

O prefeito Ricardo Nunes informou que o programa prevê a contratação de 70 mães de alunos da rede municipal de ensino que irão à casa dos estudantes, além do uso de informações do Programa de Saúde da Família, com 14 mil visitas nas residências, e o trabalho das equipes de assistentes social que visitam 62 mil famílias por mês.

“É uma ação conjunta das secretarias municipais para a prevenção da evasão escolar. Há ainda o acordo com o Instituto Liberta para compartilhar conhecimento e planejar ações contra a violência sexual contra crianças e adolescentes, um dos motivos que podem provocar evasão escolar”, disse o prefeito. A parceria prevê treinamento de profissionais da educação e distribuição de material de campanha contra a violência sexual para a rede municipal de ensino, acrescentou Nunes.

Ele reforçou que é motivo de preocupação, em uma rede com 1,070 milhão de alunos, metade estar em situação de pobreza ou extrema pobreza. “É um grande desafio para nós, mas tenho certeza absoluta de que vamos melhorar muito esse quadro e que essa população continua tendo atenção especial da prefeitura de São Paulo.”

O secretário municipal de Educação, Fernando Padula, ressaltou que a pandemia não trouxe desafios novos, mas “agudizou” desafios e problemas que já existiam, como o da aprendizagem e o da evasão, o que exige reforço das ações preventivas existentes. “Além das mães, vamos contratar 39 estagiários que se somam à equipe do Núcleo de Apoio e Acompanhamento para Aprendizagem. As escolas têm feito ainda o trabalho de manter o vínculo, garantindo a alimentação dos alunos para manter a segurança alimentar.”

Segundo Padula, o Núcleo de Apoio e Acompanhamento para Aprendizagem atua com 91 profissionais (psicólogos e psicopedagogos) que vão às escolas para acompanhar especificamente os alunos que vivem em situação de rua ou cumprem medidas socioeducativas e adolescentes grávidas, entre outros. “As escolas têm feito o trabalho de manter o vínculo. Mesmo fechadas, as escolas se preocuparam em manter a segurança alimentar e nutricional, que é uma das questões que a escola resolve”, afirmou.

Vacinação

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, informou que, a partir de segunda-feira (6), começam a ser imunizadas contra a covid-19 crianças com 12,13 e 14 anos. Além disso, será aplicada a dose de reforço na população com mais de 90 anos. “Faremos a busca ativa em asilos e instituições de longa permanência e população indígena aldeada. Será possível também fazer a inscrição para as doses remanescentes [xepa] das pessoas com mais de 60 anos que tenham tomado as duas doses há mais de seis meses.

De acordo com Aparecido, a vacinação ocorre normalmente neste fim de semana, mas será interrompida na terça-feira (7), feriado da Independência, dia para o qual estão programados atos na cidade.

No momento há 185 pessoas internadas em unidades de terapia intensiva destinadas a pacientes de covid-19 e 165 em enfermarias na capital paulista.

O prefeito Ricardo Nunes, ressaltou que o número de casos e de internações está controlado na cidade, mas alertou que a pandemia ainda não acabou. “Temos preocupação com a variante Delta. Então, é preciso continuar com os cuidados, como álcool gel e uso de máscara. Os números são bons, mas estamos em alerta e só conseguiremos manter as condições favoráveis se continuarmos atentos.”

F


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo