News

5 cuidados que você precisa ter ao realizar um procedimento estético dental

A dedicação com a obtenção de um sorriso perfeito tem sido uma das principais preocupações dos brasileiros. Por isso, a realização do procedimento estético dental, que promove a melhora da aparência dos dentes tem crescido exponencialmente.

Esse tipo de tratamento, que combina o cuidado da estética com a manutenção da saúde das estruturas dentárias, permite a realização de mudanças que envolvem desde a recuperação da tonalidade original até o reposicionamento dos dentes.

Para isso, diversas especialidades da odontologia – como a dentística, a ortodontia, a implantodontia e a clínica geral –, são utilizadas em conjunto, para promover alterações específicas e garantir uma reforma completa do sorriso.

Assim, intervenções como a aplicação das lentes de contato para dentes ou a restauração com resina, podem auxiliar na manutenção da autoestima do paciente e com a habilidade individual de interagir e sorrir em público.

No entanto, apenas investir em um procedimento estético odontológico pode não ser o suficiente caso o paciente não se atente aos cuidados que precisam ser tomados após a efetuação desse tipo de tratamento.

Como a falta de cuidado após essas intervenções afetam os resultados

O cuidado individual realizado após a finalização das intervenções cosméticas pode fazer toda a diferença em relação ao resultado final do processo, como é o caso das facetas de porcelana antes e depois.

Além da qualidade da atuação do cirurgião-dentista durante o tratamento, a atenção do paciente com o cumprimento das orientações médicas e os cuidados básicos com a manutenção dos procedimentos é extremamente importante.

Isso porque, esses cuidados também são capazes de definir a durabilidade dos resultados, a integridade das estruturas e o cumprimento das expectativas.

E o mesmo se aplica com as práticas ortodônticas – durante a utilização do aparelho de porcelana ou de qualquer outro tipo de aparelho dental – e após a realização das operações para a colocação do implante dentário.

No entanto, mais do que garantir o alcance de uma aparência bonita por mais tempo, esses cuidados são essenciais para garantir a saúde das estruturas orais e prevenir o acometimento de doenças graves que podem afetar todo o organismo do paciente, como a:

  • Formação de placas bactérias;
  • Aparecimento de cáries;
  • Gengivite e periodontite;
  • Peri-implantite provocado pela higiene bucal inadequada;
  • Aparecimento de aftas e feridas bucais.

As bactérias responsáveis por esses quadros clínicos são capazes de se infiltrar no sistema sanguíneo do paciente e se espalhar para os demais órgãos, propiciando o surgimento de doenças sistêmicas como a infecção do tecido interno do coração.

Por isso a limpeza dos dentes e da lente de contato dental é necessária para garantir não apenas a beleza do seu sorriso, mas também a saúde dele.

Além disso, elas podem comprometer as estruturas dentais causando o edentulismo – a perda do dente natural que está embaixo das facetas de porcelana – ou até mesmo a necessidade de remoção do implante dentário e de outros acessórios odontológicos.

Cuidados necessários para manter um sorriso bonito e saudável

Como dito anteriormente, tanto a alimentação, quanto os hábitos diários e a rotina de limpeza bucal podem influenciar diretamente na qualidade dos resultados obtidos pelos tratamentos embelezadores.

Por isso, a recomendação geral é de que os pacientes redobrem a atenção com esses pontos, para que seja possível garantir a obtenção de um melhor custo-benefício e de efeitos mais agradáveis e seguros.

Sendo assim, entre os cuidados básicos mais importantes, você precisa seguir sempre:

  1. Higienize bem os dentes

Os pacientes que utilizam o aparelho ortodontico transparente e outros tipos de aparelhos fixos, tendem a desenvolver problemas gengivais severos devido à falta do uso do fio dental e a negligência com a escovação.

Mas ainda que essa tarefa seja um pouco mais complicada devido às estruturas do dispositivo odontológico, essa limpeza é fundamental para a remoção das placas bacterianas e dos resquícios de alimentos de entre os dentes e dos sulcos gengivais.

Por isso, a utilização do fio dental seguido pela escovação deve ser repetida três vezes ao dia e, principalmente, antes de dormir. O mesmo se aplica às pessoas que possuam as facetas laminadas e qualquer outro tipo de procedimento.

  1. Tome cuidado com a alimentação

A alimentação é fundamental para a saúde bucal, seja como forma de fortalecê-la ou como fator prejudicial à beleza e a funcionalidade da mordida. 

Assim, é preciso estar sempre alerta com os tipos de alimentos ingeridos, principalmente após a realização desse tipo de tratamento.

Afinal, todos sabemos que o consumo de doces pode facilitar a formação de cáries, mas as guloseimas mais duras ou pegajosas – como os pirulitos, balas e chicletes – podem causar quebras no aparelho fixo transparente, atrapalhando o tratamento.

Além do mais, apesar de serem muito resistentes, as lentes de contato não são tão rígidas quanto os dentes naturais e por isso podem quebrar com a mastigação de nozes, castanhas ou gelo. Assim, é recomendado não exagerar com esses artigos alimentares.

  1. Atente-se aos sinais de bruxismo

Quando falamos de saúde e beleza bucal, até a situação emocional e o estresse do dia a dia podem interferir na manutenção do bem-estar.

Isso porque, o desenvolvimento de quadros de bruxismo – comportamento relacionado à ansiedade e a problemas nervosos – danificam severamente as estruturas dentárias e comprometem a possibilidade de realizar até os tratamentos menos invasivos.

Essa condição involuntária faz o paciente ranger os dentes, apertá-los em uma mordida forte ou contrair a articulação temporomandibular (ATM) de forma que danifique os dentes, podendo originar:

  • Sensibilidade dentária;
  • Pulpite – inflamação dos nervos e de todo o canal;
  • Desgaste do esmalte;
  • Trincos no dente e nas próteses de porcelana;
  • Quebras e edentulismo.

Quando os sintomas são mais acentuados, eles podem impedir a continuação de tratamentos por meio do uso do aparelho branco fixo, exigindo a remoção completa dos bráquetes e das bandas até que o bruxismo seja resolvido.

Por isso, é fundamental que os pacientes que tenham finalizado as intervenções odontológicas, ou que estejam no meio do processo, fiquem atentos aos sintomas dessa condição e procurem um profissional sempre que notar algo fora da normalidade.

  1. Evite maus hábitos

Os maus costumes que muitas vezes podem parecer inofensivos, como morder a ponta da caneta ou abrir embalagens com os dentes, acabam prejudicando os tratamentos dentais e causando quebras, manchas e imperfeições que comprometam a estética geral do sorriso.

Os hábitos mais difíceis de mudar, como o tabagismo e o consumo regular de bebidas alcoólicas, também comprometem toda a saúde e estética oral. Pois, essas substâncias aumentam a acidez de toda a cavidade e causam a erosão das estruturas.

Deste modo, é muito importante que os pacientes evitem esses vícios ou, de preferência, os abandonem por completo.

  1. Visite regularmente o dentista

Após a finalização dos tratamentos, os retornos devem ser feitos de acordo com as orientações profissionais. Porque, além dos procedimentos de limpeza para o controle da ação bacteriana, essas visitas são cruciais para a manutenção dos procedimentos estéticos.

No caso do aparelho ortodôntico, essa visita deve ser realizada ao menos uma vez por mês. Assim, os dentistas podem fazer os ajustes necessários para manter a movimentação dos dentes. 

Caso ocorra muitas faltas, o progresso pode ser retrocedido e o tratamento ser comprometido.

Já a aplicação das facetas de porcelana, ou das lentes de contato dentais, exige um retorno anual para garantir que a cimentação das lâminas esteja devidamente selada, não tendo ocorrido nenhuma infiltração bacteriana que prejudique os dentes naturais.

Para as pessoas que tiveram que fazer a restauração e o tratamento de cáries, bem como para os pacientes sem nenhum histórico clínico, a recomendação é de que seja feita uma avaliação profissional a cada seis meses.

Neste cenário, o dentista generalista vai poder identificar o surgimento de doenças bucais prematuramente, podendo iniciar o tratamento de forma a impedir o agravamento dos quadros.

Benefícios que esses cuidados proporcionam ao fim do procedimento

O cumprimento de todas essas medidas básicas de manutenção individual, em conjunto com as recomendações específicas indicadas pelo médico responsável, pode trazer muitos benefícios a longo prazo para o paciente.

Sendo que a principal vantagem é a durabilidade dos resultados. Esses cuidados são fundamentais para manter a integridade dos dispositivos odontológicos, garantindo resultados mais satisfatórios por mais tempo.

Mas, além disso, com essa atenção redobrada, o paciente consegue manter a saúde das estruturas dentais e de todos os tecidos orais, impedindo o surgimento de doenças e de condições que podem comprometer todo o organismo.

Assim, é possível melhorar a aparência do sorriso, a autoestima, a qualidade de vida e dos relacionamentos e a saúde de todo o corpo de uma só vez.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.
RELEASE – Blog Clínica Ideal

Print Friendly, PDF & Email

Luiz Gustavo Chrispino

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo