Esportes

Verstappen ainda desconfia da ameaça da Mercedes

Max Verstappen está definido para largar na pole para o Grande Prêmio da Itália, depois de terminar atrás de Valtteri Bottas, da Mercedes, no F1 Sprint em Monza – com Bottas relegado para o final do grid após penalidades de motor, com o rival pelo título Lewis Hamilton largando no P4. E com a Red Bull ficando para trás da Mercedes neste fim de semana, Verstappen disse que o resultado no Sprint foi “crucial” para suas perspectivas.

Verstappen teve um bom lançamento no início do Sprint de 18 voltas e 100 km para se posicionar atrás de Bottas em P2, com Hamilton caindo da segundo para o P5 no final da primeira volta após uma fuga ruim.

Embora Bottas vencesse a Sprint do holandês, é Verstappen quem conquistará sua 11ª pole na carreira, com Bottas trocando uma série de elementos da unidade de força que o deixarão para trás na corrida de domingo, com Hamilton iniciando do P4.

E dado que Verstappen tinha rodado quatro décimos de segundo mais lento do que a Mercedes na qualificação, o piloto da Red Bull sentiu que seu sábado em Monza não poderia ter sido muito melhor nas circunstâncias.

“Foi importante começar bem e conseguimos”, disse Verstappen. “E especialmente em um fim de semana como este em que parecemos estar um pouco atrás da Mercedes, foi fundamental um resultado como este. Mas é claro, eu sei que amanhã são os pontos principais. Lewis largando em quarto, Valtteri vindo da retaguarda, eles ainda têm muito ritmo no carro”.

“Mas, no entanto, ainda é muito difícil de passar, como você pode ver,” acrescentou Verstappen, “então, para mim, acho que o que é importante amanhã é uma boa largada, e tento abrir uma brecha no início da corrida. Mas, novamente, muitas coisas podem acontecer, carros de segurança e outras coisas. Vamos apenas tentar tirar o melhor proveito disso, mas com certeza hoje tem sido muito bom para nós”.

Um desconsolado Hamilton, que não conseguiu passar nenhuma das McLarens com pneus macios no Sprint, previu que o resultado do Grande Prêmio da Itália de domingo seria uma “vitória fácil” para Verstappen. Mas o piloto holandês estava, compreensivelmente, parecendo mais cauteloso antes da corrida.

“Um pouco otimista, eu acho”, disse Verstappen sobre a previsão de Hamilton – com os dois pontos de Verstappen na Sprint, que o colocaram cinco pontos à frente de seu rival pelo título na classificação de pilotos.

1339671696
Verstappen se sentia confiante em manter as McLarens à distância

“Estou sempre olhando para a frente, mas sei que eles têm ritmo para lutar contra mim”, acrescentou ele sobre a Mercedes. “Só preciso me concentrar em mim amanhã, inicialmente na largada, e depois veremos o que acontece, continue pressionando. Até agora, este fim-de-semana temos lutado um pouco, é claro, mas, no entanto, vai ser uma boa corrida amanhã”

Questionado, entretanto, se ele estava preocupado com a ameaça das McLarens – com Daniel Ricciardo definido para largar ao lado de Verstappen na primeira linha da P2, com Lando Norris na P3 – Verstappen respondeu: “Quero dizer, é claro que eles tinham o pneu macio [no Sprint], então no início eles eram bastante fortes. Depois disso, nós nos afastamos deles com bastante conforto, então espero, é claro, poder fazer o mesmo amanhã”.

O companheiro de equipe de Verstappen na Red Bull, Sergio Perez, por sua vez, está definido para largar em oitavo, não tendo conseguido encontrar uma maneira de ultrapassar o Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi na F1 Sprint.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo