Esportes

A Red Bull mantém a opção de ter Albon em 2023, revela Horner

Alex Albon, da Red Bull e da Williams, podem continuar no futuro, já que a equipe tem a opção de seus serviços em 2023, de acordo com o chefe Christian Horner.

Williams passou os últimos meses em discussões com a Red Bull sobre trazer seu piloto reserva Albon para a equipe britânica ao lado de Nicholas Latifi para o próximo ano.

A Mercedes não gostou de seus principais rivais colocarem um de seus juniores em uma equipe que comanda suas unidades de energia, então, para conseguir um acordo além da linha, a Red Bull concordou em liberar Albon do programa com um ano ainda pela frente.

Mas, curiosamente, após o anúncio, a Red Bull disse que enquanto eles estivessem lançando Albon, eles iriam “manter um relacionamento com ele que inclui opções futuras”.

Expandindo o que isso significava, Horner disse à F1.com : “Isso significa que temos um bom relacionamento com Alex, ele mantém um link para a Red Bull e teríamos uma opção de seus serviços caso fossem necessários em 2023.”

Ele acrescentou: “Ele estava efetivamente sem contrato no final do próximo ano de qualquer maneira, então basicamente o que fizemos foi acelerar esse processo e garantir opções futuras para ele.”

Albon tem sido um trunfo importante nesta temporada, passando longos dias no simulador ajudando a desenvolver não só o carro deste ano, mas também o do próximo – e embora Horner esteja triste por vê-lo partir, ele acredita que a Red Bull pode preencher a lacuna.

“Ele fez um ótimo trabalho nos bastidores, ele esteve muito envolvido no carro do próximo ano”, disse ele. “Ele assinou o contrato com a Williams e depois voltou direto para o simulador tarde da noite para passar as horas.

Campeonato Mundial de Fórmula Um
Albon fará parceria com Nicholas Latifi na Williams na próxima temporada

“Vamos trabalhar muito com ele até o final do ano”, acrescentou Horner. “A quantidade de horas que ele passou na simulação tem sido insana, mas é tudo parte, e aumentando, o que estamos conseguindo alcançar neste ano.

“O que fiquei impressionado é a maneira como ele abraçou esse papel, desde o momento em que foi informado depois de Abu Dhabi no ano passado, [e essa] uma das razões pelas quais estávamos particularmente interessados ​​em ajudá-lo a conseguir um assento na F1.

“Sentiremos falta de sua contribuição no próximo ano, mas temos Juri Vips e Liam Lawson fazendo um ótimo trabalho. Ainda temos Sebastien Buemi sob contrato, Jake Dennis tem feito um ótimo trabalho para nós também. Portanto, temos força e profundidade dentro do esquadrão de simulação”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo