News

Paraná: IAT promove capacitação para voluntários no cuidado com animais silvestres

O Programa de Cuidados e Reabilitação Intensiva de Animais Silvestres (Cria) é uma iniciativa do Governo do Paraná por intermédio do Instituto Água e Terra (IAT). Os voluntários interessados devem passar por treinamento que acontecerá na próxima quarta-feira (22).

O Instituto Água e Terra (IAT) fará o treinamento de voluntários interessados em participar do Programa de Cuidados e Reabilitação Intensiva de Animais Silvestres (Cria). A capacitação acontece na próxima quarta-feira (22), na modalidade de Ensino a Distância (EAD). O IAT é vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest).

O Cria é um dos três programas de voluntariado do IAT. Os paranaenses também podem contribuir com ações voluntárias nos viveiros florestais e nas Unidades de Conservação do Estado.

O objetivo é promover a educação ambiental em toda a população sobre a importância da conservação da biodiversidade e contribuir com o conhecimento dos paranaenses interessados em atuar na área ambiental.

“Vamos dar a visibilidade necessária para transformar o Paraná no estado mais moderno, mais produtivo, inovador e o mais sustentável do Brasil. Os três programas de voluntariado são muito importantes para isso”, disse o secretário Márcio Nunes. 

CRIA – O objetivo do programa é levar conhecimentos sobre a fauna silvestre à população em geral, bem como proporcionar o contato de profissionais do meio ambiente com animais silvestres. O programa visa, ainda, sensibilizar as pessoas quanto à importância da fauna silvestre por meio da capacitação para o cuidado e contato direto com os animais.

De acordo com o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto, o programa não tem como objetivo estimular a adoção de animais silvestres, mas sim dar aos profissionais da área e aos cidadãos interessados a oportunidade de aprender a lidar com eles de forma adequada. 

“Isso tem que ser feito prezando pela própria segurança, pelo bem-estar dos animais e pelos cuidados necessários para devolvê-los à natureza, visando a conservação da fauna e a sobrevivência do animal”, afirmou.

A participação no treinamento é o primeiro passo e pré-requisito para que o voluntário possa se inscrever no programa e cuidar de um filhote órfão ou animal vitimado em processo de reabilitação.

Trata-se de um treinamento, ou seja, não é um curso de formação acadêmica. “Nada substitui o trabalho dos profissionais da área ambiental e veterinária. O objetivo do programa é permitir aos participantes entrarem em contato com a fauna nativa e estimular a consciência sobre a convivência com estes animais”, acrescentou Andreguetto.

CAPACITAÇÃO – O treinamento acontece em 22 de setembro, às 19 horas, pela plataforma do Zoom. O link para participação será encaminhado por e-mail após a inscrição. Os interessados podem se inscrever neste LINK.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo