Pets

Série mostra como galgos são abandonados após temporada de caça

De acordo com a SOS Galgos, a cada ano, cerca de 50 mil galgos são abandonados na Espanha ao final da temporada de caça.

Depois de adotar Lenna, uma galgo que seria sacrificada após a temporada de caça na Espanha, Travis Patenaude decidiu aprender mais sobre essa raça de cães e o que poderia ser feito para levar um alento para esses animais.

“Em 23 de junho de 2013, iniciamos um grupo de adoção de galgos chamado Love, Hope, Believe Galgo Adoption. Nunca tínhamos estado na Espanha, não conhecíamos ninguém lá e não sabíamos falar espanhol, mas estávamos determinados a ajudar a encontrar um lar para esses cães”, relata Patenaude.

Em 15 de julho do mesmo ano, eles conseguiram transportar o primeiro grupo de galgos destinados à adoção, assim evitando que tivessem um trágico destino. Para chamar a atenção para a situação dos animais, Travis concluiu que seria importante criar uma boa série de fotos.

Em agosto de 2014, ele comprou a sua primeira câmera e começou a fotografá-los. “À medida que aprendi mais sobre fotografia, descobri como uma foto de cachorro poderia contar uma história que não tem barreiras linguísticas”, destaca.

E acrescenta: “Durante uma viagem à Espanha para ser voluntário em um abrigo em 2014, tirei uma foto de uma galgo que me fez sentir o medo que ela estava sentindo e percebi que eu poderia contar a história dos cães de caça da Espanha por meio da fotografia.”

Abandonados ou mortos 

De acordo com a SOS Galgos, a cada ano, cerca de 50 mil galgos são abandonados na Espanha ao final da temporada de caça.

Os cães são abandonados ou mortos pelos próprios caçadores – com tiros, amarrados em trilhos de trem, enforcados, degolados, queimados vivos ou lançados em poços de onde são incapazes de sair, segundo a organização.

Normalmente os caçadores descartam os cães para não precisarem custear alimentação e outras despesas. Na Espanha, há 200 mil tutores de galgos responsáveis por até dez desses animais, e infelizmente não são poucos os animais encontrados doentes e feridos. Mas uma forma de mudar essa realidade é resgatá-los e adotá-los.

Créditos: David Arioch http://davidarioch.com Jornalista e especialista em jornalismo cultural, histórico e literário (MTB: 10612/PR).

Fonte: https://vegazeta.com.br/category/noticias/

Infelizmente, por maioria de votos, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina rejeitou,  o Projeto de Lei (PL) 70/2021, de autoria do deputado Marcius Machado (PL), que proibia a realização de corrida de cães no estado. Com a decisão, a proposta será arquivada.

Entre no link e conheça quem foram os deputados catarinenses que são á favor da corrida de cães neste estado: Retrocesso em Santa Catarina: Plenário rejeita projeto que proibia corrida de cães

Ver também:

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Como estabelecer metas de estudos.

 A educação de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar.


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo