Esportes

“Eu realmente pensei que o primeiro pódio era possível”, diz Alonso

Antes do Grande Prêmio da Rússia, Fernando Alonso disse que não contava com um primeiro pódio com a Alpine nesta temporada – mas quase terminou entre os três primeiros em Sochi. E se não fosse pela chuva, ele diz que bem poderia ter conquistado essa façanha no domingo.

Alonso qualificou-se em sexto lugar na sessão com chuva e depois pista seca de sábado, dizendo mais tarde que poderia muito bem ter se classificado “ainda mais alto do que o sexto”. Ele perdeu algumas posições na largada para Lance Stroll e Sergio Perez, mas o piloto Alpine manteve um ritmo competitivo e chegou ao P3 na volta 49 da corrida.

“Tenho que estar feliz com os pontos e acho, sim, é um bom lugar com a equipe e para os pontos dos construtores, mas acho que hoje fizemos uma corrida muito boa”, disse ele. “Tivemos um ritmo incrível, pudemos acompanhar Perez na primeira passagem, e depois do pit stop [na volta 36] ultrapassamos até mesmo Verstappen em um ponto”.

“Então, o carro estava voando hoje, e acho que merecíamos mais. Quando começou a chover, ultrapassamos Ricciardo, Perez e Sainz e éramos P3 – então realmente pensei que o primeiro pódio era possível hoje, e com mérito, não sorte. Apenas pelo ritmo puro”, disse ele.

Alonso se viu nos lugares do pódio porque aqueles ao seu redor estavam respondendo às mudanças nas condições; Max Verstappen, Carlos Sainz, Daniel Ricciardo e Valtteri Bottas pararam nas voltas 47-48 para pneus intermediários em meio a chuva forte, enquanto Alonso ficou de fora até a volta 50.

“Então começou a chover mais cedo”, continuou Alonso. “Alguns pilotos pararam mais cedo, outros pararam tarde. Acho que Lando [Norris] e eu perdemos muito por lugares – Charles [Leclerc] também, Perez também – e algumas pessoas tiveram muita sorte e estavam lá no pódio”, disse ele.

Os quatro pilotos que haviam feito o pit cedo realmente terminaram à frente de Alonso, enquanto Norris saiu da pista, perdeu a liderança para Lewis Hamilton e terminou a corrida no P7 atrás da Alpine. Alonso continuou dizendo que seu time “merece mais” – mas espera que esse ritmo continue na próxima rodada, na Turquia.

“Acho que não dá para prever a intensidade da chuva, mas eles estavam lutando com os pneus certos e apostaram; foi um dia de sorte com certeza”, disse ele sobre seus rivais.

“Acho que merecíamos mais, mas muitos pontos positivos para a equipe, e, como disse, o nível de competitividade que mostramos hoje na corrida não foi visto até agora em nenhuma outra corrida. Portanto, precisamos entender o porquê e tentar mantê-lo em frente para a Turquia”, concluiu Alonso – que continua sendo o piloto mais bem colocado no campeonato sem pódio nesta temporada.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo