Esportes

Kiko Porto chega em 3° em Mid-Ohio e conquista o campeonato da USF2000

As homenagens foram compartilhadas após a primeira etapa desta tarde do Grand Prix USF2000 da Cooper Tires de Mid-Ohio. 

Yuven Sundaramoorthy, de Delafield, Wisconsin, levou a bandeira quadriculada para a Pabst Racing e reivindicou sua quarta vitória na temporada, mas não foi o suficiente para impedir Kiko Porto, que terminou em terceiro, de garantir o título do Campeonato Cooper Tires USF2000 para DEForce Racing .

Porto, 18, de Recife, Brasil, agora detém uma vantagem intransponível de 45 pontos sobre Michael d’Orlando, de Hartsdale, NY, que hoje terminou em segundo lugar para Cape Motorsports. Como o novo campeão, Porto ganha uma bolsa avaliada em mais de $ 400.000 para se graduar no Indy Pro 2000 Championship em 2022. Ele também conquistou o primeiro Road to Indy Team Championship para DEForce Racing.

Pela terceira corrida consecutiva, d’Orlando deixou tudo de lado na qualificação desta manhã para conquistar seu quarto Prêmio Cooper Tires Pole da temporada. Ele liderou devidamente desde a partida, apenas para ser ultrapassado mais tarde na volta de abertura por Sundaramoorthy, que largou do lado de fora da primeira linha.

As bandeiras de advertência voaram quase imediatamente devido a um incidente mais adiante no campo na corrida para a primeira curva, mas foi Sundaramoorthy na frente do pelotão para o reinício. O estudante da Universidade de Wisconsin manteve uma estreita vantagem sobre d’Orlando durante o restante da corrida de 20 voltas, que foi brevemente interrompida por uma segunda advertência de percurso completo devido a um incidente logo atrás dos dois líderes na Curva Nove na 12ª volta.

Prescott Campbell (DEForce Racing), de Newport Beach, Califórnia, manteve o terceiro lugar desde o início, embora sob constante pressão do estreante Jace Denmark (Pabst Racing), de Scottsdale, Arizona. Infelizmente, a estocada da Denmark para o interior durante a frenagem resultou em forte contato entre o par. O incidente provou ser especialmente caro para Denmark, que entrou na corrida apenas sete pontos atrás de Spike Kohlbecker (Ignite Autosport com Cape Motorsports) na batalha pelas honras de Novato do Ano da Hyperco. Ele agora está atrás de Kohlbecker, que terminou em 10º, com 17 pontos, antes da última corrida da temporada de amanhã. Thomas Nepveu, da Cape Motorsports, de Oka, Quebec, Canadá, também continua na disputa, 14 pontos atrás de Kohlbecker, depois de terminar em sétimo.

Kiko Porto, que corria atrás de Campbell e de Denmark, evitou habilmente o incidente e contentou-se em seguir d’Orlando até à bandeira quadriculada, sabendo que o título já estava ao seu alcance.

Josh Green, do Monte Kisco. NY terminou em quarto pela Turn 3 Motorsport, seguido pelo estreante Myles Rowe (Force Indy), de Nova York, NY, que conquistou seu segundo lugar entre os cinco primeiros da temporada, acompanhando sua impressionante vitória no mês passado no asfalto molhado do New Jersey Motorsports Park.

A vitória de Sundaramoorthy garantiu a Augie Pabst seu quarto prêmio PFC do ano como o proprietário do carro vencedor.

Enquanto isso, pela terceira vez nesta temporada, o Prêmio Tilton Hard Charger foi para o neozelandês Billy Frazer (Autosport exclusivo), que subiu de forma impressionante de 19º no grid para oitavo no final.

Uma segunda sessão de qualificação às 8h00 de amanhã definirá o grid para a 18ª e última corrida da temporada, que está marcada para começar às 11h00 EDT.

Pontos provisórios no campeonato após 17 das 18 corridas:

1. Kiko Porto, 390

2. Michael d’Orlando, 345

3. Yuven Sundaramoorthy, 327

4. Josh Pierson, 276

5. Christian Brooks, 257

6. Josh Green, 248

7. Spike Kohlbecker, 221

8. Thomas Nepveu, 207

9. Jace Dinamarca, 204

10. Nolan Siegel, 202

Kiko Porto: “Não consigo descrever este momento; este é o melhor dia da minha vida. Comecei a trabalhar para esse momento no ano passado – todos os treinos, todos os momentos na pista de corrida. Cada corrida tinha mais de 30 horas de voos para mim e meu pai; Estou muito grato por seu apoio. Muito obrigado à equipe DEForce, eles merecem isso. Perdemos as duas primeiras corridas do ano (em 2020) e agora somos os campeões! Estou muito animado para ir mais rápido no Indy Pro 2000 no próximo ano. Estou sempre trabalhando com os engenheiros de nossa equipe. Será um dos melhores momentos da minha vida dar esse passo.

“Michael (d’Orlando) é super rápido aqui, mas quando Yuven o ultrapassou, a situação mudou. Mas eu não estava olhando para os pontos, eu estava empurrando o mais rápido que pude para a minha corrida. A corrida realmente me atraiu, por isso estou muito feliz por subir mais um pódio no dia em que venci o campeonato. Este é um sonho tornado realidade”.

Fonte: USF2000


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo