News

ES: Alunos aprendem a produzir sabão artesanal

Os alunos do Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral (CEEMTI) Liceu Muniz Freire, em Cachoeiro de Itapemirim, participaram de uma oficina para aprender a fazer sabão artesanal, durante a aula da disciplina “Soluções para as Cidades”. O objetivo foi reforçar a necessidade de higienização das mãos e também a utilização do produto para lavar roupas e objetos. 

A importância de cuidar do meio ambiente e, ao mesmo tempo, a necessidade de combater a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), levaram o professor de Biologia Bruno Penna e a professora de Geografia Márcia Regina Tuchi Soares dos Santos a idealizarem a aula prática. “O projeto foi além, pois vimos a necessidade de usar o sabão não apenas na escola, mas também para fazer a doação de parte do produto a uma entidade filantrópica”, disse a professora.

Já o Centro Estadual de Ensino Fundamental e Médio em Tempo Integral (CEEFMTI) Professora Maura Abaurre, em Vila Velha, desenvolveu o projeto “Química Sustentável”, para ensinar os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) a produzir sabão, desinfetante e amaciante. O objetivo foi colocar o aprendizado em prática, proporcionando aos alunos uma forma de empreender.

“Nossas aulas de química são diferenciadas, divertidas e dinâmicas, o que fortalece o interesse para o empreendedorismo, por exemplo, iniciando pelos produtos que o professor ensinou e que podem ajudar no orçamento familiar”, disse o estudante Kaio Fernandes Breda. 

Na CEEFMTI Professora Maura Abaurre, o projeto foi desenvolvido pelo professor Fernando Henrique Marins.

Fonte: Governo do Espírito Santo


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo