Esportes

Leclerc diz que não se arrepende depois que uma parada tardia o tirou do pódio

Apesar de ter aparentemente um pódio – e possivelmente até mesmo uma vitória – ao seu alcance, Charles Leclerc insiste que a Ferrari fez as escolhas certas na Turquia depois de cruzar a meta em quarto em uma corrida em que o controle dos pneus foi fundamental.

Começando em terceiro na grelha, Leclerc parecia forte na primeira metade do Grande Prémio de 58 voltas, e quando o polesitter Valtteri Bottas foi para as boxes na volta 37, viu-se devidamente liderando o pelotão. E com seus pneus intermediários usados ​​parecendo um pouco mais lentos do que os novos de Bottas, as perspectivas do Monegasco pareciam róseas.

Isso foi até que ficou claro que, uma vez que aqueles com borracha nova passaram pela fase inicial de granulação, seus pneus eram na verdade muito mais rápidos do que os intermediários agora escorregadios nos carros daqueles – como Leclerc – que não fizeram pit stop. E quanto mais tarde você o deixava, pior as coisas ficavam.

“Foi uma grande corrida”, disse Leclerc, que acabou parando na volta 47. “Na primeira passagem fomos muito, muito competitivos. Então, infelizmente, estávamos um pouco defasados ​​com os outros na segunda passagem, parando depois”.

“No começo, nas primeiras cinco, seis voltas dos demais nos novos intermediários, fomos mais rápidos do que eles com pneus usados. Mas, depois de seis voltas, acho que eles superaram a granulação e encontraram muito desempenho – cerca de três segundos por volta – e então não tivemos escolha, tivemos que parar”.

Isso foi o fim de suas esperanças no pódio, caindo para o quarto lugar. Com Lewis Hamilton também fazendo a chamada errada e parando ainda mais tarde, Leclerc ainda pode ter conquistado o terceiro lugar. No entanto, enquanto ele lutava para ganhar ritmo com seus novos pneus, não havia nada que ela pudesse fazer para manter Sergio Perez, da Red Bull, para trás.

“Nas últimas 10 voltas, tentei apenas ligar os pneus que nunca ganharam vida”, acrescentou Leclerc. “É uma pena porque isso nos fez perder o pódio, mas não me arrependo de nada”.

“Na Rússia acho que a comunicação não foi ótima, mas desta vez a comunicação foi muito boa, eu tinha uma imagem clara da corrida e fizemos a escolha certa, ou o que pensamos ser a escolha certa no momento”.

Foi a quinta vez nesta temporada que Leclerc terminou apenas uma posição fora do pódio. Ele fez, no entanto, diminuir a diferença para o companheiro de equipe Carlos Sainz na luta por P6 na tabela de pilotos, com a dupla agora dividida por apenas meio ponto.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo