Mundo

Energia elétrica no Líbano é parcialmente restabelecida após blackout

País vive crise que atinge toda a economia.

A rede elétrica no Líbano foi parcialmente restabelecida neste domingo (10), após o blackout de sábado, com a produção de eletricidade sendo possível graças ao fornecimento de diesel pelo Exército, disse o Ministério da Energia.

“O Exército entregou diesel, dividido igualmente entre as centrais de Deir Ammar e Zahrani”, permitindo o fornecimento de algumas horas de eletricidade por dia, informou o ministério, em comunicado.

Envolto numa crise sem precedentes, descrita pelo Banco Mundial como uma das piores da história mundial desde 1850, o Líbano sofre há vários meses racionamento de energia, que chega a ultrapassar 22 horas por dia, lutando para importar combustível, num contexto de colapso histórico da moeda nacional e de esgotamento das divisas estrangeiras.

No sábado, o país ficou, pela segunda vez desde o início de outubro, totalmente sem abastecimento de eletricidade, depois de duas grandes centrais elétricas terem deixado de funcionar por falta de combustível, segundo a empresa nacional Electricité du Liban (EDL).

Os cortes paralisam a vida da população e de vários setores vitais da economia, enquanto os gestores de geradores privados também racionam o abastecimento a negócios, hospitais e habitações, à medida que o combustível vai escasseando.

F


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo