Pets

Mulher que trabalha como servente de pedreiro, para manter abrigo com mais de 80 cães pede socorro

Compartilhar

A Historia da Protetora Juliane, é um exemplo de superação, de quem soube transformar tristeza em alegria, nos ensina como transformar a dor da perca em prol de um objetivo, que contribua para um mundo melhor.

Juliane Marcia Vergutz, moradora de Romelândia- SC, trabalha como servente de pedreiro para custear os gastos e custos com mais de 80 cães em seu abrigo, o Santuário Amigos da Branca de Romelândia, Santa Catarina.

Com muitas dificuldades, adquiriu o local, onde obriga os animais que recolhe, que também é onde Juliane e seu esposo moram.

Juliane já resgatou mais de 300 animais. Cães que foram abandonados por idade avançada, lesões por atropelamentos, maus tratos e doenças em geral. Hoje o santuário abriga quase 80 cães de porte médio/grande, com gasto diário de 60kg de ração. Suas despesas mensais básicas, giram em torno de R$20 mil.

São cuidados médicos veterinários, exames, cirurgias, medicamentos e ração, que são pagos através de seu trabalho e algumas doações.

Todos os animais são castrados, passam por avaliações veterinárias periódicas, e estão aptos para adoção.

Protetora Juliana, (como é conhecida) usa as redes sociais para divulgar o seu trabalho com os cães no abrigo, e também conseguir doações.

Segue o link para quem deseja acompanhar:

https://www.instagram.com/protetora__juliane/

Mesmo com muitas dificuldades, Santuário Amigos da Branca, tem conseguindo dar uma vida digna para seus abrigados, mas infelizmente um surto de Cinomose atingiu os cães, causando mortes, sofrimento e aumentando ainda mais os custos.

A Cinomose canina é uma doença infectocontagiosa que afeta cães causada por um vírus. Ela é altamente contagiosa e costuma acometer cães que ainda não terminaram o esquema vacinal (filhotes) ou que não costumam receber o reforço anual da vacina múltipla (V8, V10, V11 ou V12). A cinomose não afeta os gatos.

Segundo Juliane, o surto aconteceu, devido a uma cadela que havia sido recentemente chegado ao abrigo, que por sua vez estava contaminada com o vírus.

Ela também salientou que todos os animais são vacinados, e recebem o reforço da vacina anualmente, porem a chegada da cadelinha ocorreu 15 dias após as dose de reforço, terem sido aplicadas, provavelmente o medicamento ainda não tinha dado efeito, e gerado imunidade aos cães.

Ate o momento foram 5 mortes, e grande parte dos cães foram contaminados, ocasionando cuidados e alimentação especial, para auxiliar na recuperação.

Por este e outros motivos, a Protetora Juliane pede auxilio a comunidade, pois além de todas as dificuldades diárias, para manter o abrigo, incidentes como este além de gerar gastos inesperados, trazem tristeza e dor, para quem cuida e se dedica com todo amor e carinho.

Para facilitar as doações foi criada uma vaquinha online, e via Pix onde qualquer valor pode ser doado:

Pix : 061.499.519-10

vaka.me/2362897

Qualquer doação mesmo que pequena, é de grande ajuda!

História do Santuário Amigos da Branca de Romelândia/SC

Ninguém para contar a história do Santuário do que a Própria Juliane:

Branca foi a primeira cachorra que veio morar no santuário, foi adotada ainda filhote, muito fraquinha a beira da morte, nesse tempo eu morava no interior com meus pais.
Ao cheguei em casa com a Branca foi uma bronca por parte do meu pai, ele nunca quis a Branca, até um dia ele a doou escondido de mim enquanto eu trabalhava, colocou ela no porta-malas do carro, levando-a 10 km de distância da casa onde morávamos. Isso na sexta feira, no sábado quando vim para casa logo perguntei para minha mãe onde Branca estava. Então ela me contou e eu chorei muito.
Não demorou muito e Branca apareceu, toda molhada e suja de barro, desde então nunca mais nos separamos.
Eu trabalhava na cidade, aproximadamente 2 km de distância da casa dos meus pais, ia a pé, saia as 6 horas da manhã e todos os dias Branca me acompanhava, até perto da cidade, mesmo chovendo ou com o chão branco de geada, ela sempre ia comigo.
Minha mãe me dizia que 15: 00 horas, ela já saia de casa ao meu encontro, meu retorno era às 18:00 horas, Branca sempre me esperava no mesmo lugar não importava como estava o tempo.
E assim foi durante 10 anos todas as manhãs e ao entardecer a Branca me acompanhava.
Até que um dia conheci uma pessoa e me mudei para um apartamento na cidade e levei a Branca comigo, mais tarde fomos morar na chácara, hoje Santuário Amigos da Branca.
Branca sempre foi muito tranquila, ela gostava de dormir embaixo de um monte de lenha, no quintal do vizinho, que tinha uma lona por cima.
Ainda não tínhamos canil, era apenas uma roça de milho, mas meu vizinho não gostava de animais, e eu não sabia disso.
Até que um dia a Branca não veio mais ao meu encontro, então eu fui olhar embaixo do monte de lenha, e a encontrei enforcada, ela tinha os 2 olhos saltos para fora, o pescoço quebrado e a língua estava para fora da boca.
 Eu sofri muito a perda dela. A partir desse dia até hoje já passaram mais de 150 cães aqui na chácara, hoje Santuário, não tem um dia, que sua lembrança não venha minha memória, ao menos umas 10 vezes por dia.
Já se passou 4 anos, mas sua lembrança está cada dia mais viva. Coloquei o nome de Santuário Amigos da Branca em sua homenagem, porque te amo Branca. Até breve.

Para saber mais sobre sua história, acompanhe a reportagem do jornal local:

Fonte:

Ver também:

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Como estabelecer metas de estudos.

 A educação de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar.


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo