Esportes

Na semana de sua milésima vitória, Ágatha é campeã da terceira etapa do Circuito Brasileiro ao lado de Duda

Compartilhar

Na final, a dupla venceu Bárbara Seixas/Carol Solberg por 2 sets a 0.

Uma semana de comemorações para Ágatha. Dois dias depois de alcançar sua milésima vitória na carreira, ela faturou o título da terceira etapa do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, disputada no Rio de Janeiro (RJ). Na manhã desde domingo (24.10), a paranaense venceu, ao lado de Duda, a final disputada contra Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ): 2 sets a 0 (21/16 e 21/17). Foi o 20º título de Ágatha na competição e o 13º da parceria.

ÁGATHA: “Estou muito feliz. Não imaginava chegar a números tão expressivos na minha carreira. Esse título teve um desafio a mais, pois me senti mal durante a noite e precisei até de soro. A Duda ficou muito firme fazendo a parte dela e foi fundamental. Estou muito emocionada com as conquistas, e quero continuar com essa sequência e quebrando recordes”.

DUDA: “Foi uma vitória especial. Foi um momento de superação para a Ágatha, que não estava se sentindo bem. Estou muito feliz com esse resultado”

Final masculina

Na decisão masculina, a dupla Vitor Felipe/Renato Andrew (PB) venceu Alison/Guto (ES/RJ) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/18), e conquistou o segundo título em etapas Open. Renato, de apenas 21 anos, e Vítor Felipe receberam um convite da CBV para o torneio principal da etapa do Circuito Mundial, que acontece em Itapema (SC), entre os dias 10 e 14 de novembro.

VITOR FELIPE: “Tivemos um pouco de dificuldades com a mudança do clima e do vento durante a partida, mas conseguimos reverter. Eu recebo este título como um presente, fruto do trabalho árduo que a gente vem fazendo. Cada jogo é vencido no detalhe e o nosso diferencial hoje foi a parte mental, a tranquilidade. Ainda tem muita coisa para melhorar e o nosso grande objetivo é a etapa do Circuito Mundial em Itapema”.

RENATO: “Não esperava um início tão bom nessa temporada. Trabalhamos muito por isso. Estou muito feliz com esse resultado e já estamos olhando para Itapema”

CBV homenageia medalhistas olímpicas de Atlanta 1996

Os 25 anos da histórica dobradinha brasileira no pódio do vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996 foram lembrados neste domingo pela CBV. No intervalo entre as finais da terceira etapa do Circuito Brasileiro, Jackie Silva e Sandra Pires, que ganharam a medalha de ouro, e Adriana Samuel e Mônica Rodrigues, que ficaram com a prata; receberam homenagens, assim como seus técnicos na época, Wantuil Coelho e Marco Freitas.

Os troféus e placas comemorativos foram entregues pela CEO da CBV, Adriana Behar, prata nos Jogos de Sidney 2000 e de Atenas 2004; e por Guilherme Marques, gerente de vôlei de praia da CBV e campeão mundial em 1997.  

ADRIANA BEHAR: “Jackie, Sandra, Adriana e Mônica entraram para a história não apenas pelas medalhas conquistadas, mas como as primeiras mulheres brasileiras a subir no pódio olímpico. Elas foram pioneiras, brilharam e inspiraram. E merecem nosso aplauso hoje e todos os dias. São sinônimos do melhor do esporte brasileiro, da força das mulheres do nosso país”.  

WANTUIL COELHO: “Estou muito feliz e agradeço a CBV por este momento tão alegre. Acredito que sirva como incentivo para o esporte e inspire mais atletas”.

ADRIANA SAMUEL: “Esta foi uma homenagem super especial. A gente não vai se cansar nunca de celebrar esta conquista. Foi um marco no vôlei de praia e no esporte brasileiro. E foi ainda mais especial por ser no momento quando temos a Adriana Behar como CEO da CBV. É uma ex-atleta que viveu tudo isso de perto, e entende a importância de reverenciar conquistas deste tipo”.

MÔNICA RODRIGUES: “Eu agradeço muito à CBV por celebrar esta conquista. Tenho muito orgulho de ter feito parte disso, de ter ajudado a plantar esta ‘sementinha’. Fico orgulhosa e emocionada sempre que relembramos aqueles momentos, é muito bom quando a gente se reúne. Eu sempre amei e amo até hoje este esporte. E queremos passar nossa experiência para as gerações que estão vindo”.

JACKIE SILVA: “É sempre bom estar entre os amigos. Este ambiente é super familiar para a gente. É um resgate da memória, uma forma de a CBV incentivar e valorizar os atletas.”

SANDRA PIRES: “A gente sempre se diverte quando se encontra, então hoje não poderia ser diferente. Parece inacreditável que já se passaram 25 anos daquele dia. Juntar nossa geração com os novos talentos é um grande incentivo. Esta medalha nos faz representantes do grupo enorme que construiu o início desse caminho”.

PÓDIO

Masculino

1 – Vitor Felipe/Renato (PB)

2 – Alison/Guto (ES/PB)

3 – Evandro/Álvaro Filho (RJ/PB)

Feminino

1- Ágatha/Duda (PR/SE)

2 – Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ)

3 – Tainá/Vic (SE/MS)

Fonte: CBV


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »