Esportes

Há 34 anos Senna estreava no Japão com a Lotus

Compartilhar

Em 1º de novembro de 1987, Ayrton Senna fez sua primeira corrida em território japonês na Fórmula 1. O autódromo de Suzuka, palco dos três títulos do piloto brasileiro (1988, 1990 e 1991), recebia pela primeira vez a categoria e Senna foi um dos grandes destaques da prova pela sua corrida de recuperação: largou em sétimo e terminou em segundo com a Lotus amarela.

A corrida no Japão estava marcada para ter um duelo histórico entre Nigel Mansell e Nelson Piquet, ambos da Williams, que disputavam o título daquela temporada. Com a batida do britânico ainda nos treinos, Piquet conquistou seu tricampeonato antes mesmo da largada, já que o “Leão” não participaria da corrida.

Com o título resolvido, os holofotes voltaram-se para a corrida de Senna e para a Ferrari de Gerhard Berger, que fez a pole position e venceu a corrida. Ayrton fez uma de suas melhores largadas na F-1 e pulou da sétima posição para quarto ainda antes da primeira curva. Senna passou Piquet, Teo Fabi (Benetton) e Michele Alboreto (Ferrari). Ainda no meio da primeira volta, Alain Prost teve o pneu de sua McLaren furado e Senna já era o terceiro colocado.

Na 12ª volta, Ayrton ultrapassou Thierry Boutsen (Benetton) para ficar com o segundo lugar. A partir daí, o brasileiro precisou se preocupar mais com Piquet e segurou o compatriota por 40 voltas em sua traseira, até Nelson ter um vazamento de óleo e abandonar a prova. Com uma tática melhor de pit-stop, o sueco Stefan Johansson (McLaren) ultrapassou os dois brasileiros após a parada e Senna ainda conseguiu buscá-lo, aproveitando que tinha pneus menos gastos na parte final da corrida.

Faltando menos de cinco voltas para o final, Senna ainda estava 10 segundos atrás de Johansson. O piloto da Lotus forçou o ritmo e foi tirando aproximadamente dois segundos por volta até realizar a ultrapassagem sobre o sueco na abertura da última volta, para delírio dos japoneses que torciam pela equipe de motor Honda.

Com a Ferrari rendendo muito bem durante todas as voltas, Berger venceu com 17s de vantagem para Senna, que terminou em segundo lugar com apenas 0s310 na frente de Johansson. Os japoneses estavam conhecendo aquele que seria o maior ídolo do país nas pistas e que faria história justamente em Suzuka no ano seguinte.

Confira o Senna TV especial com a Lotus 99T de 1987:

Fonte: Site Oficial Ayrton Senna


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo