Esportes

Verstappen faz jus ao favoritismo no México

Compartilhar

O líder do campeonato mundial de Fórmula 1, da Red Bull, Max Verstappen, rodou meio segundo mais rápido que o rival da Mercedes, Lewis Hamilton, nos treinos livres para o Grande Prêmio da Cidade do México, na sexta-feira.

Verstappen estabeleceu um melhor tempo de um minuto 17.301 segundos à tarde no Autódromo Hermanos Rodriguez de alta altitude, com o heptacampeão mundial Hamilton como o terceiro mais rápido e 0,509 mais lento.

Valtteri Bottas havia liderado Hamilton em uma dobradinha da Mercedes pela primeira vez, mas acabou ficando 0,424 mais lento que Verstappen depois do almoço.

O herói local Sergio Perez, que girou e bateu na parede no primeiro treino, foi o quarto em ambas as sessões pela Red Bull.

Verstappen lidera Hamilton, que foi repreendido após a primeira sessão por uma infração de pista, por 12 pontos com cinco corridas restantes.

Em uma pista que começou suja, mas depois limpou e ficou mais rápida, com o circuito não recebendo um Grande Prêmio no ano passado devido à pandemia de COVID-19, o holandês de 24 anos fez jus à sua marca favorita.

“Foi um dia muito bom, é claro, sempre tentando melhorar o carro”, disse Verstappen. “Parece que o carro está funcionando muito bem, algumas coisas para olhar, mas muito bem”.

“Temos um bom pressentimento … é um início de fim-de-semana positivo.”

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, disse que seus dois pilotos estavam mostrando um desempenho razoável nas corridas curtas e longas.

“Acho que a Mercedes ainda tem um pouco no bolso, então não acho que vimos todo o potencial ainda”, acrescentou.

“Vimos durante todo o ano que houve menos de um décimo entre os carros e esperamos que seja o caso amanhã.”

Hamilton disse que não houve grandes problemas e que ele não tinha preocupações reais.

“Acho que estávamos dando absolutamente tudo o que tínhamos e acho que eles foram mais rápidos do que nós no momento”, disse ele.

“Estamos sem força aerodinâmica, provavelmente por isso temos meio segundo de diferença entre nós.”

Pierre Gasly da Alpha Tauri foi o quinto mais rápido e Carlos Sainz da Ferrari sexto da manhã com as posições invertidas na sessão dois, quando Charles Leclerc da Ferrari foi sétimo e Yuki Tsunoda da AlphaTauri oitavo.

A McLaren, batalhando com a Ferrari pelo terceiro lugar geral, teve uma largada difícil no circuito de alta altitude com o australiano Daniel Ricciardo em 14º e o britânico Lando Norris em 15º na manhã.

Norris foi 12º e Ricciardo 15º à tarde, com o australiano a terminar a sessão mais cedo devido a um problema na caixa de velocidades.

“Não foi uma sessão fácil para nós, pilotos que realmente lutam com o equilíbrio do carro e não conseguem fazer as voltas”, disse o chefe da equipe Andreas Seidl. “Temos trabalho a fazer.

“A Ferrari definitivamente deu um bom passo nas últimas duas ou três corridas e será difícil permanecer à frente, mas vamos dar tudo.”

Fonte: Reuters


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »