Pets

“Não me mate, nem me machuque! Sou uma gambá(saruê)”

Compartilhar

Nesta época do ano os gambás estão se reproduzindo e isso faz com que as fêmeas fiquem mais lentas e busquem locais seguros para ficarem com os filhotes.

Neste caso, basta espantá-los calmamente para fora de casa/quintal ou simplesmente deixá-los em paz.

Trata-se de uma espécie da nossa fauna nativa, protegida por Lei e muito importante para o equilíbrio ecológico.

Saruê, também conhecido como gambá-de-orelha-preta ou sarué (Didelphis aurita) é uma espécie de gambá que pode ser encontrada do Nordeste do Brasil até o Paraguai e Norte da Argentina. Na capital baiana, o mamífero é conhecido como sariguê.

Eles não são roedores (ratos), mas marsupiais (primos dos cangurus)

O saruê é um marsupial que pode atingir até 90 centímetros de comprimento e pesar até 1,6 kg. Apresenta duas camadas de pelos: uma interna, como uma espécie de lanugem de coloração ferrugínea; e uma externa, com longos pelos de cor preta ou cinza.

A barriga do saruê possui cor ferrugínea, enquanto a cabeça apresenta marcas distintas de cor preta e ferrugíneas. A orelha de cor preta e desnuda inspira o seu nome popular. O animal possui ainda uma glândula que exala odor desagradável na região do ânus.

Não mate, nem machuque! Eles comem cobras venenosas e outros animais que te podem fazer mal, como aranhas e escorpiões, carrapatos, baratas, ratos e cobras, ajudando no controle dessas populações.

Muitas vezes levam seus bebês na bolsinha, mas você não pode vê-los

Os saruês são marsupiais e, como no caso dos cangurus, as fêmeas possuem uma bolsa no ventre – o marsúpio – que é formada pela pele do abdômen onde se encontram 13 mamas. As fêmeas dos saruês carregam seus filhotes em uma bolsa no ventre, do nascimento até os primeiros meses de vida. São animais selvagens, não domesticáveis e podem morder quando se sentem ameaçados.

A gestação do saruê dura cerca de 13 dias. A fêmea tem 8 filhotes que ficam presos nas tetas da mãe pelo período de 3 meses, podendo dar duas crias ao ano. O saruê alimenta-se de praticamente tudo o que encontra: insetos, larvas, frutas, pequenos roedores, ovos, cobras etc. Na zona rural, o animal costuma atacar galinheiros. Estes marsupiais habitam florestas, regiões cultivadas e áreas urbanas e possuem hábitos noturnos.

Assuste e vão embora. E se você for uma pessoa muito boa, me dê uma fruta ou leve para lugar bem longe dos humanos que possam os machucar.

Por favor, não os mate!

Saiba mais: Projeto Marsupiais

Créditos: Débora Silva. Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.

Fonte: https://www.estudopratico.com.br

Ver também:

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Como estabelecer metas de estudos.

 A educação de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar.


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio!

Gratuitamente, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Joice Maria

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »