Esportes

Verstappen insiste que não está pensando no título, apesar da vitória dominante no México

Compartilhar

Max Verstappen aumentou sua vantagem pelo título para 19 pontos com uma terceira vitória recorde no Grande Prêmio da Cidade do México, mas o piloto da Red Bull disse que não há razão para se deixar levar – mesmo que outro de seus locais favoritos seja o anfitrião da próxima corrida do campeonato.

O holandês se classificou em terceiro no que chamou de sessão “terrível” no sábado, mas deu a volta no Mercedes – polesitter Valtteri Bottas e rival do P2 Lewis Hamilton – quando as luzes se apagaram no domingo. A partir daí, o ritmo de Verstappen foi superior e ele venceu por mais de 16 segundos. Mas depois ele insistiu que seus pensamentos não estão no título ainda.

“Não, é um longo caminho a percorrer, mas é claro que parece bom, mas também pode mudar muito rapidamente”, avisou Verstappen. “Mas estou ansioso pelo Brasil. Eu também tenho boas lembranças de lá”.

“Não acredito em ímpeto”, acrescentou. “Portanto, em cada corrida temos que tentar acertar os detalhes e não fizemos isso ontem, então você sabe, as coisas podem dar errado muito rápido ou podem dar certo. Vai ser muito apertado e emocionante até o fim. sempre foi uma pista [que é] muito boa para nós, então espero que o Brasil não seja como era hoje”.

No entanto, ele admitiu que as dificuldades da Red Bull na qualificação eram um pouco misteriosas, antes de explicar como tirou vantagem e usurpou o Mercedes no início da corrida.

“Ontem eu não sei. Era um pouco inexplicável ”, continuou Verstappen. “Mas hoje, claro, foi muito importante, a primeira volta e a largada … Fizemos três largadas e era sobre quem iria travar o último e coloquei os dois na Curva 1, de modo que me deu a corrida e eu poderíamos simplesmente controlá-la a partir daí”.

“Foi bom, três largos, e era tudo sobre tentar frear o mais tarde possível. Mantive-me na pista e fui de terceiro para primeiro e foi basicamente isso que fez a minha corrida, porque então pude concentrar-me apenas em mim. Tínhamos um ritmo incrível no carro, então eu pude fazer minhas próprias coisas. E quero dizer, você nunca sabe o que os outros vão fazer, certo? Mas nós conseguimos”.

O Brasil é onde Verstappen venceu em 2019 e já conquistou dois pódios para a Red Bull antes, e depois de vencer tão confortavelmente no México, o líder do campeonato é esperado por muitos para repetir o desempenho em Interlagos no próximo fim de semana para consolidar sua liderança no campeonato.

“O carro estava muito, muito bom. Basicamente, controlamos até o fim. Sempre foi uma boa corrida para nós, você sabe, então não devemos nos precipitar porque novamente no Brasil vai ser uma batalha dura”, reiterou.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »