News

Parceria entre Acre e Rondônia garante base de dados de câncer atualizada

Compartilhar

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) de Rondônia, firmou cooperação técnica para atualizar a base de dados de câncer da população acreana.

Os Registros de Câncer de Base Populacional (RCBP) são sistemas de informações específicos para a oncologia, pois coletam, classificam e analisam os casos novos de câncer.

“Isso permite que a gente conheça a incidência, identifique as populações de risco e meça a eficácia de programas de prevenção e controle do câncer na população, bem como contribui divulgar os dados para a comunidade médica e autoridades públicas para auxiliar na definição de ações de saúde pública”, explicou a chefe do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, Eliane Costa.

Desde que o sistema (RCBP) foi lançado, não havia notificações do Acre, sendo que estava em status de desenvolvimento. Agora, a plataforma está com informações atualizada com a base de dados de 2010 a 2017. A previsão é toda atualização seja realizada até dezembro de 2021, possibilitando que a equipe leve capacitações sobre classificação de câncer aos técnicos de unidades básicas e da rede estadual.

Dos tipos de câncer, são apontados os mais incidentes na população acreana: outras neoplasias malignas da pele, colo do útero, mama, próstata, brônquios, pulmões, estômago, fígado, vias biliares intra-hepáticas, tireoide, encéfalo, leucemia mieloide, reto, laringe, leucemia linfoide.

Fonte: Agência Acre


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo