News

Militares da FAB são agraciados com medalhas na República Centro-Africana

Compartilhar

Os militares foram homenageados por participarem da Operação de Gerenciamento de Crises liderada pela União Europeia.

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) foram agraciados, nos meses de setembro e outubro deste ano, com a Medalha da  União Europeia (UE) de Serviço de Política de Segurança e Defesa (CSDP). A condecoração é concedida, mediante avaliação de mérito, para civis e militares que tenham participado de uma Operação de Gerenciamento de Crises liderada pela UE, dentro do escopo do Título V do Tratado da União Europeia.

Receberam a homenagem o Major de Infantaria Gustavo Moura de Oliveira e o Sargento Especalista em Segurança e Defesa Dennys Espíndola. O Major Gustavo Moura recebeu, ainda, a Medalha da Ordem Nacional do Reconhecimento Centro-Africano – Grau Oficial, e o Sargento Dennys, por sua vez, foi agraciado com a Medalha Estrela do Mérito Militar. Essas duas últimas comendas estrangeiras foram concedidas pelo Presidente da República Centro-Africana, Faustin-Archange Touadéra, e servem para recompensar os distintos méritos individuais em benefício da República Centro-Africana.  Os militares, que desempenham funções no Pilar Educação, tiveram agora os seus trabalhos e esforços reconhecidos na European Union Training Mission in Central African Republic (do inglês Missão de Treinamento da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA).

As cerimônias, realizadas no Campo Moana/M´Poko, em Bangui, capital da República Centro-Africana, foram presididas pelo Comandante da EUTM-RCA, General de Brigada Jacques de Montgros, da França. O Major Gustavo Moura ressaltou a importância do evento. “Estas condecorações traduzem o reconhecimento ao esforço dos militares que integram a missão de capacitação das Forças Armadas Centro-Africanas. É uma memória material que consagra toda a dedicação, não somente da preparação como também na representação da FAB e do Brasil durante a missão”, destacou. O Sargento Dennys também relatou sua satisfação em receber a homenagem. “A medalha materializa o reconhecimento de toda a superação dos desafios inerentes ao cumprimento da missão e certifica que as barreiras têm sido transpostas com êxito”, acrescentou.

O Brasil participa da Missão de Treinamento da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA), cuja finalidade é a reforma do setor de defesa da República Centro-Africana. Os militares designados para serem os representantes do Brasil atuam como instrutores do Pilar Educação.

Dessa forma, a missão é capaz de prestar assessoramento aos mais altos níveis decisórios das Forças Armadas Centro-Africanas (FACA), tais como o Ministério da Defesa e o Estado-Maior das Forças Armadas; de educar oficiais, sargentos, cabos e soldados, e de conduzir a preparação, o adestramento e o desdobramento dos Batalhões de Infantaria Territoriais.

A FAB participa dessa missão desde o ano de 2020, e atualmente é representada pelos dois militares de Infantaria que integram a comissão brasileira, junto com mais quatro militares do Exército, sendo inseridos no contingente português da missão por meio de acordo técnico entre os dois países.

Fonte: Agência Força Aérea 


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo