Esportes

Dupla da Ferrari ficou satisfeita por vencer as McLarens

Compartilhar

Foi um caso de trabalho bem feito pela Ferrari na qualificação para o Grande Prêmio de São Paulo, com Carlos Sainz e Charles Leclerc terminando em sexto e sétimo na frente drena rival McLaren, mas a dupla admitiu que não teve o desempenho para bater Pierre Gasly da AlphaTauri.

A Ferrari passou à frente da McLaren no P3 no campeonato de construtores depois do México, abrindo uma vantagem de 13,5 pontos, e se colocou em uma posição forte para estender isso com Lando Norris e Daniel Ricciardo em oitavo e nono, respectivamente, na sessão de qualificação de sexta-feira no Brasil.

“Consegui começar a correr na sexta-feira”, disse Sainz. “Se você colocasse esse formato quali no começo do ano, eu teria lutado um pouco mais. Mas agora, no final do ano, senti que estava no topo desde o TL1, o que me permitiu fazer algumas boas voltas no Q1, Q2 e chegar ao Q3 e fazer uma boa volta”.

Pela segunda sessão de qualificação consecutiva, Gasly venceu as duas Ferraris, algo que o espanhol – que venceu um companheiro de equipe numa qualificação convencional em Interlagos pela primeira vez – tinha antecipado.

“Não é nenhuma surpresa”, disse ele. “Eles têm um carro muito forte, foram muito rápidos durante toda a temporada, só agora parecem estar encontrando a consistência que talvez faltou no início. E aquele carro é muito rápido”.

“Vamos tentar vencê-lo e tentar continuar melhorando porque, como Ferrari, não queremos ser derrotados pela AlphaTauri, mesmo que derrotemos os dois McLarens”.

O companheiro de equipe de Sainz, Leclerc, ficou um pouco mais de um décimo de segundo à deriva e não ficou muito feliz com seu esforço.

“No Q3, simplesmente não foi ótimo”, disse o Monegasco. “Fizemos as primeiras corridas com pneus usados, o que não foi bom para o meu ritmo, e depois não fiz um trabalho bom o suficiente na segunda volta do Q3. AlphaTauri foi provavelmente muito rápido, mas é assim”.

Ele acrescentou: “[Vencer a McLaren] é o ponto positivo de hoje, mas gostaria que houvesse um resultado melhor”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »