Esportes

Russell diz que a qualificação do Brasil foi sua pior em 2021

Compartilhar

A seqüência de George Russell de ter ultrapassado seu companheiro de equipe Williams em todas as sessões de qualificação finalmente acabou, já que Nicholas Latifi largará em 17º, Russell em 18º, para o Sprint de F1 de sábado no Brasil – com o britânico se perguntando onde a forma da equipe se foi.

Russell havia derrotado seus companheiros de equipe – Robert Kubica e Latifi – em 54 sessões de qualificação consecutivas (sem incluir F1 Sprint) desde que se juntou à Williams em 2019, mas na sexta-feira o canadense encerrou essa seqüência, superando Russell na qualificação de sexta-feira para a F1 Sprint. O piloto da Mercedes não ficou feliz após a sessão, já que esta foi apenas sua segunda eliminação no Q1 da temporada (incluindo a Hungria).

“Não foi nada fácil para ser honesto. Simplesmente não conseguia fazer os pneus funcionarem, o carro funcionar. Um pouco forte lá fora, então não jogou a nosso favor e não estava realmente sentindo isso para ser honesto”.

“No entanto, o Nicholas deu uma volta muito boa e estava mesmo à minha frente. Como equipe, estamos bem fora do ritmo neste fim de semana. Três décimos do 2º qualify – é apenas a segunda vez em 19 corridas que não participamos do Q2, então precisamos encontrar essa forma novamente”, disse ele.

“Quer dizer… em Silverstone eu saí e tive a melhor qualificação do ano e esta é obviamente a pior do ano”, acrescentou.

O próprio Latifi não deu muito crédito à estatística, pois concordou com Russell e acrescentou que foi mais difícil do que ele esperava na sexta-feira.

“Obviamente, é bom estar à frente de George, mas não estou muito satisfeito com a sessão a esse respeito”, ele começou. “Acho que, como equipe, não tínhamos ritmo e lutamos desde a primeira fase. Não consegui realmente sentir o carro bem e penso que esperávamos novamente algumas dificuldades nesta pista, mas não tanto como estávamos”.

“Com certeza, gostaria de ter pelo menos progredido para o segundo qualify. A volta estava um pouco desalinhada, não a melhor volta, mas novamente lutando com o equilíbrio do carro. Então, novamente, temos algumas corridas para tentar seguir em frente, então vamos ver o que podemos fazer”, concluiu.

A Williams está 12 pontos à frente da Alfa Romeo na luta pelo oitavo lugar na classificação, mas Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi se classificaram em 14º e 15º, respectivamente, para a Sprint.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo