Esportes

Militão analisa empate entre Brasil e Argentina: ‘A gente sabia que seria difícil’

Compartilhar

Ao lado de Marquinhos, zagueiro foi titular na partida desta terça-feira contra os argentinos, em San Juan.

Enfrentar a Argentina nunca é fácil, mas o Brasil soube se defender bem no clássico desta terça-feira (16), pelas Eliminatórias. Foi assim que analisou o zagueiro Éder Militão, titular em mais um jogo em que a Seleção não sofreu gol em 2021.

“A gente sabia que ia ser um jogo difícil, mas conseguimos nos manter fortes. Tivemos oportunidades de fazer gol até. É dar mérito para o trabalho que o professor vem fazendo, dar continuidade, voltar para os clubes para ano que vem a gente voltar mais forte”, afirmou o zagueiro após a última partida do ano pela Seleção.

Entre os vários perigos apresentados pela Argentina, o atacante Lionel Messi despertava muita atenção da defesa do Brasil. Na Europa, Militão já teve alguns confrontos contra o camisa 10 da Albiceleste, e o defensor não poupou elogios para o rival após o jogo.

“A gente conseguiu inibir ele. Já tive o prazer de enfrentá-lo, quando estava no Barcelona. É um jogador surreal. Mas graças a Deus fomos bem e conseguimos segurá-lo”, comemorou.

Esta foi a última partida da Seleção Brasileira em 2021. A equipe encerra a temporada como líder das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA, com 11 vitórias e dois empates em 13 jogos. O próximo compromisso é na Data FIFA de janeiro, com jogos contra Equador, fora de casa, e contra o Paraguai, em Belo Horizonte.

Fonte: CBF


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo